Publicidade
Esportes
Craque

Dupla é presa no Amazonas Shopping com 200 peças de roupa roubadas

Os flagrantes foram registrados no 12o Distrito Integrado de Polícia, para onde os envolvidos em duas ocasiões de furto foram encaminhados 16/01/2012 às 16:09
Show 1
Uma dupla foi detida por policiais da Rocam, na tarde de hoje, furtando objetos de uma loha do Amazonas Shopping
Ana Carolina Barbosa Manaus

Policiais da Ronda Ostensiva Cândido Mariano (Rocam) prenderam, na tarde deste domingo, três homens em flagrante por prática de furto qualificado em diferentes locais da cidade. As ocorrências foram registradas no 12º Distrito Integrado de Polícia (DIP). Em um deles, um grupo teve a tentativa de furto à loja Hering, no Amazonas Shopping –avenida Djalma Batista, Chapada, Zona Centro-Sul – frustrada pela segurança do centro comercial.

No primeiro caso, policiais da Rocam foram acionados por telefone pela segurança do Amazonas Shopping, a qual flagrou Josino da Silva Castro, 28, e Anderson Batista de Oliveira, 22, com uma bolsa com fundo falto e cerca de 200 peças de roupas da loja Hering. A quadrilha era formada por quatro elementos, dos quais dois fugiram e dois foram detidos por policiais da viatura 7191, informou um policial militar que preferiu ter a identidade preservada. O fato ocorreu por volta das 18h.

Em outra ocasião, policiais militares na viatura 7321 foram acionados, por volta das 16h40, para atender a uma ocorrência de invasão de domicílio na avenida Professor Nilton Lins, no Parque das Laranjeiras, Flores, Zona Centro-Sul de Manaus, nas proximidades do restaurante Labib´s, na qual a filha do dono do imóvel surpreendeu o invasor, o qual acabou fugindo do local.


Na tentativa de localizá-lo, os policiais seguiram em direção do conjunto Duque de Caxias, ainda em Flores, quando se depararam com um homem identificado como Marcelo Brito do Nascimento, 34, em atitude suspeita, seguindo com uma caixa na qual pôde-se notar uma impressora.

Ao abordá-lo, os policiais constataram que a caixa trazia outras impressoras, além de aparelhos celulares e talões de cheque de outra pessoa. Marcelo disse que os objetos eram de um parente. Contudo, a polícia localizou o dono dos talões e cheques, o qual teve a identidade preservada. Ao seguir para a empresa L.Moreira – rua Elizabeth, Duque de Caxias -, de sua propriedade, ele constatou que os equipamentos tinham sido furtados do local e que a porta estava arrombada. Marcelo era funcionário da empresa e aproveitou a ausência do proprietário para agir, mas teve a ação frustrada pela equipe policial.