Publicidade
Esportes
Hora da Jaula

É hoje: Vitor Belfort topou encarar o gigante Jon Jones no UFC 152

Vitor Belfort vai tentar tirar o cinturão de Jon Jones. Será que o brasileiro consegue? 22/09/2012 às 09:37
Show 1
Respeito: Jones não fez posição de combate tradicional
a crítica Manaus, AM

Com a mesma velocidade e explosão com que triturava adversários e conquistou dois títulos no Ultimate, Vitor Belfort topou encarar o gigante Jon Jones, de 25 anos, a um mês do combate, no UFC 152.

Dez anos mais velho, o brasileiro ainda guarda um pouco do vigor dos bons tempos, mostrou-se visivelmente mais forte e quer colocar seu objetivo em prática no evento de hoje, no Canadá, a partir das 19h (horário de Manaus).

Mais que o topo dos meio-pesados, Belfort quer revitalizar uma carreira abalada após sofrer nocaute cinematográfico para Anderson Silva, em 2011, e que ganhará incentivo em caso de vitória sobre um dos lutadores mais temidos da atualidade.

Com uma sequência de sete vitórias consecutivas — três defendendo o cinturão —, Jones se apresenta como um lutador completo até no respeito para com Vitor, um de seus ídolos. Com mais de 16 anos no MMA, Belfort tem o apoio de algozes e amigos para trazer o quinto título do UFC para o Brasil.

“O Jon Jones é meu amigo pessoal, mas eu vou torcer para o Vitor. Acho importante nós, brasileiros, sempre nos apoiarmos”, afirmou Rodrigo Minotauro, ex-campeão dos pesados do Pride e do Ultimate.

Vantagem

O fato de Belfort ser canhoto é um facilitador no duelo contra Jones, como aponta Minotauro. “O Vitor não deve ser subestimado. Ele sabe estudar o adversário. Além disso, é canhoto e o Lyoto já mostrou que Jones tem dificuldade”, frisou Minota. “Porém, Jones é favorito”.

Anderson Silva exaltou melhora de Vitor nos últimos anos. “Como bom brasileiro, espero que o Vitor ganhe. Ele tem todas as qualidades para isso e tem mostrado evolução na parte psicológica”, disse o Aranha.