Publicidade
Esportes
Craque

Elite Amazon Combat tem sucesso de público em Manaus

Mais de 2 mil pessoas compareceram ao Atlético Rio Negro Clube, no Centro, para acompanharem os combates da estreia do novo evento de MMA da capital amazonense 04/11/2012 às 19:33
Show 1
Thiago Ivan e Rogerio Thai
Acritica.com Manaus

Devido ao grande sucesso da estreia do Elite Amazon Combat (EAC1), neste fim de semana em Manaus, a organização do evento decidiu que não vai demorar muito para realizar outras edições.

 “Tivemos ótimas lutas e tudo transcorreu sem problemas, com profissionalismo dos atletas e comportamento exemplar da torcida. Vamos realizar o Elite Amazon Combat de quatro em quatro meses e provavelmente a próxima edição seja em Manacapuru. Temos excelentes aqui e não precisamos de gente de fora para dar show”, afirmou o manager, que coordenou a disputa ao lado do irmão, Bismarck Miranda.

O evento reuniu cerca de 2.300 pessoas, no ginásio do Atlético Rio Negro Clube, no Centro da capital amazonense. Na luta principal da noite, André Batata entrou no ginásio ao som do hit “Respeita o Forrozeiro” e venceu Fabiano Ratinho na decisão dividida dos juízes (2 a 1). O combate marcou a despedida do atleta da Nova União/Alvorada dos octógonos.

“Dei minha contribuição ao esporte, mas tenho 33 anos e meu corpo pede descanso. Agora meu objetivo será revelar novos campeões. Fechei a carreira com chave de ouro”, disse Batata, que tem um cartel com 9 vitórias e 4 derrotas. “Tenho orgulho de fazer parte de uma academia que formou atletas como José Aldo (campeão dos penas do UFC), Dileno Lopes (ex-TUF) e outros”, completou o “forrozeiro”.

Último a assinar contrato com o evento, a revelação Thiago Ivan (Carioca Team) destruiu Rogério Thai com um nocaute espetacular no primeiro round. Além da bolsa, o campeão também recebeu um bônus pelo nocaute executado com chute de direita no rosto do adversário.

Confira os resultados do Elite Amazon Combat

60 kg (luta de K-1) – Rodrigo Souza venceu Ayrton Sena por decisão divida (2 a 1)

61 kg – Romário Lima venceu Crystiano Lima por desistência no segundo round

66 kg – Fidel venceu De Assis por decisão dividida (2 a 1)

70 kg – Hederson Capoeira venceu Thiago Belo por decisão unânime (3 a 0)

61 kg – Rafael Dias venceu Allen Gabriel por decisão dividida (2 a 1)

85 kg – Anderson King venceu Wallacy Leal por finalização no  segundo round

70 kg – Thiago Ivan venceu Rogério Thai por nocaute (que valeu bônus da noite) no primeiro round

61 kg – Mário Israel venceu Felipe Rego por nocaute no primeiro round

68 kg – André Batata venceu Fabiano Ratinho por decisão dividida (2 a 1)