Publicidade
Esportes
ADEUS, TRICOLOR!

Em casa, Fast não garante classificação para a próxima fase da Copa do Brasil

O empate em 1 a 1, nesta quinta-feira (16), na Arena da Amazônia, em Manaus, classificou a equipe do Vila Nova 16/02/2017 às 22:44 - Atualizado em 16/02/2017 às 22:46
Camila Leonel Manaus

O Fast fez valer o mando de campo, colocou pressão no Vila Nova, mas não conseguiu o resultado que precisava. O empate em 1 a 1, nesta quinta-feira (16), na Arena da Amazônia, em Manaus, classificou o time de Goiás. O gol foi marcado por Moisés. Thiago Brandão empatou para o Tricolor de Aço.

Como era de se esperar, os dois times começaram se estudando e demoraram para armar jogadas de fato. O primeiro time a tomar iniciativa foi o Vila Nova. Em troca de passes, a bola sobrou para Marcos Serrato que chutou na entrada dá área. A bola passou por cima do gol.                       

Precisando da vitória, o Fast começou as investidas já que precisava do placar. Com jogadas rápidas, o Tricolor de Aço tentava encaixar as jogadas com Junior Neymar e Matheus Cruz. Demorou um pouco, mas quando o camisa 15 e 18, respectivamente, começaram a gostar do jogo, o Vila Nova sofreu para parar o time de Manaus. Aos 14 minutos após cobrança de lateral, Matheus Cruz desviou para Júnior Neymar pegar de voleio no meio da área, mas a bola saiu. Cruz armou outra jogada dois minutos depois, mas a bola não chegou em ninguém.                       

Percebendo maior volume de jogo do time da casa, a equipe visitante adiantou a marcação e com isso o Fast viu o Vila ameaçar com Hiroshi, Serrato e Wallyson, mas Nailson defendeu os chutes.                       

Com o time do Tigrão compacto, o Fast começou a achar espaços. Dinamite encontrava JR Neymar livre e o jogador ganhava todas as bolas do marcador. Essa fórmula deu certo aos 30, minutos quando o capitão passou e Neymar chutou rasteiro, quase sem ângulo. A bola passou pela rede do lado de fora. Aos 40 novamente a mesma jogada. Dessa vez, Neymar chutou a meia altura e o goleiro conseguiu tirar.                       

No último minuto do primeiro tempo, o Vila Nova ensaiou uma pressão, mas no último lance da primeira etapa, Jonathan cobrou falta para o Vila, mas a bola acabou mas mãos de Nailson.                       

No segundo tempo o Fast voltou com outra postura. O time de Manaus veio menos agressivo do que na primeira etapa. Com a inversão de Edinho Canutama e Jr Neymar, as jogadas pararam de fluir. Cenário perfeito para os visitantes crescerem no jogo. O Fast apenas olhava o adversário tocar bola e foi em uma dessas jogadas que saiu o gol. Aos 20 minutos Wallyson chutou, Nailson espalmou e no rebote, Moisés empurrou para o gol. O Vila dominava, o Fast não conseguia chegar. Alguns jogadores do Fast caíam com câimbras. Até que aos 36 o Tigrão ficou com um a menos ao ter PH expulso.                       

Com um a mais, o Rolo voltou a pressionar e o gol de empate saiu aos 40 minutos quando Robinho cruzou no segundo pau e Thiago Brandão completou para o gol.                       

A torcida na Arena se levantou e empurrou o Fast. Precisando de mais um gol, o time se lançou ao ataque, mas a marcação do Vila afastava o perigo. Para decretar a vitória é a classificação para a segunda fase.