Publicidade
Esportes
Craque

Em jogo truncado, Vasco e Ponte não saem do zero

Com o resultado, o Vascão foi para 44 pontos, permanecendo em quarto lugar e sem chances de sair do G-4 23/09/2012 às 17:47
Show 1
Juninho jogador do Vasco da Gama
Vasco.com.br ---

Sem Nilton e Carlos Alberto, mas com Juninho e Felipe que, juntos, possuem um aproveitamento de 66% nesse Brasileirão, o Vasco empatou com a Ponte Preta, neste domingo (23), em Campinas por 0 a 0. Com o resultado, o Vascão foi para 44 pontos, permanecendo em quarto lugar e sem chances de sair do G-4, somando, agora, 51 rodadas, já que São Paulo e Botafogo, quinto e sexto lugares, respectivamente, só conseguem chegar aos 42 pontos caso vençam seus jogos. O Gigante volta a campo neste sábado (29), onde recebe o Figueirense, em São Januário.

O jogo
O jogo começou com a dona da casa, a Ponte Preta, partindo para cima. Logo, o Vasco igualou a partida, mas sofreu um pouco com a forte marcação dos campineiros. Aos nove, o primeiro chute a gol, com Roger, onde a bola foi desviada e saiu em escanteio. Aos 13, a Ponte atacou novamente, dessa vez com Luan, mas a bola passou longe do gol.

Em resposta, três minutos depois, William Matheus tentou cruzar, mas a bola acabou indo para o gol, sem perigo para o goleiro Edson Bastos. Aos 18, após cobrança de escanteio, Roger subiu e cabeceou com muito perigo para o gol, exigindo uma ótima defesa de Fernando Prass, salvando o Vascão.

Aos 25, Juninho deu um belo lançamento para Eder Luis que cruzou para Alecsandro cabecear, mas a bola saiu em tiro de meta. Aos 35, Juninho tentou surpreender o goleiro da Ponte Preta em cobrança de falta, mas Edson Bastos defendeu.

Em seguida, Roger recebeu no centro da área, girou e quando se preparava para chutar, Dedé chegou e travou o chute, facilitando a defesa de Fernando Prass. Ao final, o Vasco até tentou uma última chance, mas, aos 46, o árbitro alagoano encerrou a primeira etapa, que foi bastante movimentada.

A Ponte Preta começou melhor o jogo e apostou na velocidade dos seus meias para atacar o Vasco que, devido a forte marcação imposta pelos donos da casa, só conseguiu levar perigo com bolas cruzadas na área. O primeiro tempo foi de muita marcação e poucas chances de gols.

Jogo truncado
Sem nenhuma mudança, as duas equipes iniciaram a segunda etapa e, com menos de um minuto de jogo, a Ponte Preta levou perigo no chute de Luan, que desviou em Renato Silva e saiu em escanteio. Aos dois minutos, uma jogada muito parecida com a anterior, dessa vez quem chutou foi Nikão e quem desviou foi Dedé.

Aos seis, após bom lançamento, Eder Luis saiu na cara de Edson Bastos, que chutou a bola para longe da sua área, afastando o perigo. Dois minutos depois, Felipe partiu para cima da zaga ponte pretana e cruzou para Alecsandro, que por pouco não abriu o placar. A bola ficou nas mãos do goleiro adversário. Com alguns erros de passe, Ponte Preta e Vasco não conseguiram criar jogadas e, só aos 19, a bola voltou a frequentar as áreas do Moisés Lucarelli. Eder Luis cruzou e Edson Bastos saiu bem do gol para defender.

No minuto seguinte, após cobrança de escanteio de Juninho, há um desvio no meio do caminho, fazendo com que a bola passe muito próxima ao travessão levando perigo. Aos 26, após cruzamento da esquerda, Alecsandro vira uma linda bicicleta, mas a bola passa raspando a trave do goleiro Edson Bastos. Aos 30, Fellipe Bastos recebeu de Eder Luis e arriscou de longe, a bola passou a direita do gol.

Sete minutos depois, em nova cobrança de escanteio de Juninho, a zaga da Ponte Preta sobe alto e afasta o perigo. Aos 46, Jhon Cley desvia de cabeça, mas a bola passa ao lado do gol, saindo em tiro de meta. Após os três minutos de acréscimos, Francisco Carlos de Nascimento deu números finais à partida.

A segunda etapa foi muito disputada, com as duas equipes preocupadas com a marcação e, ao mesmo tempo, buscando o gol. Com o resultado, o Vascão sobe para 43 pontos e soma, agora, 51 rodadas no G-4.

Próximo jogo
O Vasco volta a campo no próximo sábado (29), às 18h30, para enfrentar a equipe do Figueirense, em São Januário.

Ficha Técnica
PONTE PRETA 0 X 0 VASCO

Local: Moisés Lucarelli, Campinas (SP)
Data-Hora: 23/09/2012 - 16h00 (de Brasília)
Árbitro: Francisco Carlos de Nascimento (AL / FIFA)
Auxiliares: Altemir Hausmann (RS / FIFA) e Thiago Gomes Brigido (CE)
Cartões amarelos: Renê Júnior e Rildo (Ponte Preta); Felipe, Jonas, William Matheus, Juninho Pernambucano e Renato Silva (Vasco)
Gols: Renato Silva (contra), 3/1ºT (1-0); Nilton, 27/1ºT (1-1)

VASCO: Fernando Prass; Jonas, Dedé, Renato Silva e William Matheus (Fellipe Bastos, 10/2ºT); Eduardo Costa, Wendel, Juninho Pernambucano e Felipe (Jhon Cley, 142ºT); Éder Luís (Jonathan, 33/2ºT) e Alecsandro. Técnico: Marcelo Oliveira.

PONTE PRETA: Edson Bastos; Tiago Alves, Diego Sacoman, Ferron e Uendel; Baraka, Renê Júnior, Nikão (Tony, 39/2ºT) e Marcinho; Luan (Rildo, 17/2ºT) e Roger (Giancarlo, 25/2ºT). Técnico: Zé Sérgio.