Publicidade
Esportes
Craque

Em mais um show de luta, Anderson Silva vence Bonnar por nocaute técnico, no UFC Rio III

Spider derrotou o americano após uma joelhada voadora seguidade vários socos, em mais uma atuação impecável, e alcançou a sua 17ª vitória <!--[if gte mso 10]>Anderson Silva mostrou mais uma vez porque é considerado omaior lutador de MMA do Mundo. Competindo pela categoria dos meio-pesados (umaacima dos médios), Spider deu um show no octógono da Arena da Barra, no Rio deJaneiro, neste sábado (13),ao derrotar por nocaute técnico Stephan Bonnar, o “PsicopataAmericano”, aos 4m40s do primeiro round, no UFC 153 e garantir a sua 17ªvitória consecutiva.Esta foi à primeira vez, em 14 lutas no UFC, que Bonnar foiderrotado por nocaute. Com uma bela joelhada voadora, o brasileiro colocou oamericano no chão e deu vários socos até ser interrompido pelo arbitro queencerrou o combate e levou o público, que viu mais uma atuação impecável do fenômenobrasileiro, ao delírio. Após a vitória, o recordista do UFC, com dez defesas decinturão, agradeceu o apoio dos fãs e afirmou que não vai mudar de categoria.“Eu não sou o melhor não, mas sou o capaz de fazer o quemuitas pessoas não acreditam. Lutei nessa categoria só hoje para salvar oevento. Sou lutador da categoria  84 (kg) é nela que vou me manter” disse o Spider.A lutaComo prometeu antes da luta, Bonnar partiu pra cima de Spider logo nosprimeiros segundos do combate e tentou pressioná-lo nas grades. Andersonescorregou e o americano tentou jogá-lo no chão, mas Spider se manteve de pé eos dois trocaram vários golpes.Por duas vezes Bonnar acertou o brasileiro na linha de cinturae conectou dois ganchos, porém o americano acabou vacilando e Anderson inverteua posição.Em vantagem novamente, o americano tentou levar Andersonmais uma vez para o chão, os dois caíram juntos e Spider acertou uma boacotovelada em Bonnar.O americano conseguiu se levantar, voltou a cair, selevantou rápido novamente e acabou sendo surpreendido por uma joelhada voadorano peito. Com o adversário no chão, Spider completou o serviço e em mais um showalcançou a sua 17ª vitória e fez a alegria do público na Arena da Barra, naterceira edição do UFC Rio. 14/10/2012 às 11:43
Show 1
Anderson SIlva comemora a vitória no UFC Rio 3 realizado na noite deste sábado, dia 13, na HSBC Arena
Acritica.com ---

Anderson Silva mostrou mais uma vez porque é considerado o maior lutador de MMA do Mundo. Competindo pela categoria dos meio-pesados (uma acima dos médios), Spider deu um show no octógono da Arena da Barra, no Rio de Janeiro, neste sábado (13),ao derrotar por nocaute técnico Stephan Bonnar, o “Psicopata Americano”, aos 4m40s do primeiro round, no UFC 153 e garantir a sua 17ª vitória consecutiva.

Esta foi à primeira vez, em 14 lutas no UFC, que Bonnar foi derrotado por nocaute. Com uma bela joelhada voadora, o brasileiro colocou o americano no chão e deu vários socos até ser interrompido pelo arbitro que encerrou o combate e levou o público, que viu mais uma atuação impecável do fenômeno brasileiro, ao delírio.

Após a vitória, o recordista do UFC, com dez defesas de cinturão, agradeceu o apoio dos fãs e afirmou que não vai mudar de categoria.

“Eu não sou o melhor não, mas sou o capaz de fazer o que muitas pessoas não acreditam. Lutei nessa categoria só hoje para salvar o evento. Sou lutador da categoria  84 (kg)  é nela que vou me manter” disse o Spider.


A luta
Como prometeu antes da luta, Bonnar partiu pra cima de Spider logo nos primeiros segundos do combate e tentou pressioná-lo nas grades. Anderson escorregou e o americano tentou jogá-lo no chão, mas Spider se manteve de pé e os dois trocaram vários golpes.

Por duas vezes Bonnar acertou o brasileiro na linha de cintura e conectou dois ganchos, porém o americano acabou vacilando e Anderson inverteu a posição.

Em vantagem novamente, o americano tentou levar Anderson mais uma vez para o chão, os dois caíram juntos e Spider acertou uma boa cotovelada em Bonnar.

O americano conseguiu se levantar, voltou a cair, se levantou rápido novamente e acabou sendo surpreendido por uma joelhada voadora no peito. Com o adversário no chão, Spider completou o serviço e em mais um show alcançou a sua 17ª vitória e fez a alegria do público na Arena da Barra, na terceira edição do UFC Rio.