Publicidade
Esportes
Craque

Em vantagem, o Fast (AM) não quer saber de salto alto

O técnico Paulo Morgado conversou bastante com seus comandados, pedindo concentração na partida e comprometimento com a meta de conquistar o segundo turno do Amazonense 16/05/2012 às 09:31
Show 1
Paulo Morgado não quer saber do clima de "já ganhou" no time
Jornal A Crítica Manaus

A ordem no Fast Clube é evitar o salto alto dos jogadores em campo em razão da vantagem de dois gols sobre o Iranduba no jogo de volta pela final do returno do Estadual. O técnico Paulo Morgado conversou bastante com seus comandados, pedindo concentração na partida e comprometimento com a meta de conquistar o segundo turno e chegar à final contra o Nacional  “O time não pode se desconcentrar do jogo achando que já ganhou. Vamos jogar para a frente, com intuito de ganhar, porque quem joga para empatar geralmente perde”.

Tranquilo, mas vigilante quanto ao controle emocional do seu grupo, o treinador português comandou ontem um treino tático no qual trabalhou bastante situações de jogo na tentativa de anular o contra-ataque adversário, segundo Morgado, justamente o principal ponto forte do Iranduba.

“Eles (Iranduba) são muito forte nos contra-ataques, com jogadores velozes. Devemos ter o maior cuidado com esse detalhe”, alertou.

Sobre a tática de jogo, o comandante tricolor disse não mudará a filosofia, mas a forma será diferente uma vez que duas substituições devem influenciar nas caracteristicas da equipe.

O lateral Alberto e o atacante Lacraia estão fora por terem jogado uma competição de futsal sem pedir permissão do treinador. Carlinhos entra na vaga de Alberto e Emerson Malabin substitui Lacraria.

“Esse caso não afetará a unidade do grupo, pois eles já foram punidos pela diretoria e por mim. Ambos (Lacraia e Alberto) podem voltar a jogar, dependendo da classificação ou não à final”.