Publicidade
Esportes
Craque

Emocionado, Popó dedica vitória em despedida ao filho e se compara a Rocky Balboa

Na noite de sábado, em sua despedida dos ringues, Acelino Freitas, o Popó, venceu Michael Oliveira por nocaute técnico no nono e penúltimo assalto 03/06/2012 às 15:22
Show 1
Acelino Freitas, o Popó, chora ao unificar os cinturões da Associação e da Organização Mundial de Boxe, em Las Vegas (EUA), ao bater Joel Casamayor
Uol/ Esporte ---

Na noite de sábado, em sua despedida dos ringues, Acelino Freitas, o Popó, venceu Michael Oliveira por nocaute técnico no nono e penúltimo assalto. Após o combate, o pugilista brasileiro lembrou da história do personagem Rocky Balboa, que volta da aposentadoria mas é derrotado em seu último combate, e se emocionou ao dedicar a vitória ao seu filho.

“Não é fácil você fazer uma despedida com nocaute, contra um menino de 22 anos. Muita gente dizia que seria como no filme do Rocky, um velhinho voltando, mas não foi nada disso”, disse Popó, após a luta, em entrevista concedida ao canal SporTV.

“Eu nunca parei, sempre treinei e realizei o sonho do meu filho. Quem está em casa sabe que ser pai é uma emoção muito grande, que toca a gente”, completou o boxeador, visivelmente emocionado.

Depois do combate, o pugilista brasileiro exaltou seu preparo físico, ponto que era apontado como sua fraqueza durante os primeiros anos de sua carreira.

“Eu me preparei para lutar com o Michael. Na minha carreira, eu treinava mais para perder peso do que a parte física. Agora não, pude treinar o físico”, completou o boxeador.