Publicidade
Esportes
Craque

Equipe ‘Korubos’ de Manaus está pronta para a 1ª Copa norte de Rúgby XV

A competição começa nesta quinta-feira e segue até domingo, no campo da Universidade Federal do Amazonas (Ufam) 06/06/2012 às 09:06
Show 1
Força dos atletas do time Korubos será testada no campo da Ufam
Jornal A Crítica Manaus

Uma tribo recentemente descoberta, denominada korubo, que ainda vive isoladamente na região de confluência dos rios Ituí e Itaquaí, no vale do Javari, inspirou o nome de um time amazonense de Rúgbi, os Guerreiros Korubo. A tribo indígena tem fama de ser arredia e é  conhecida por ter índios caceteiros  que, ao se sentirem ameaçados, matam seus inimigos a golpes de bordunas. Deixando a arma branca de lado, esse grupo formado por 25 atletas afirma ter, dentro de campo, o mesmo estado de espírito desses índios: valentes, corajosos e uma constante ameaça ao inimigo. Mas, a força dessa “tropa” será desafiada e testada com a 1ª Copa Norte de Rúgbi XV, que começa nesta quinta-feira (07) e segue até domingo, no campo da Universidade Federal do Amazonas (Ufam), Zona Sul.

Para o jogo do final de semana, já estão confirmados outras equipes além dos korubo: Grua (Manaus), Parintins Rugby, Porto Velho Rugby, Pará e Palmas. O campeão do evento irá representar a Região Norte na Copa Brasil, no mês de julho, em Brasília, e segue direto para as quartas de final contra um time do Centro-Oeste.

“É importante frisar que aquele que for representar o Estado vai ter que correr para garantir garantir passagem e hospedagem. Só a inscrição é R$ 2.500”, avisou Pedro.

O regulamento da 1ª Copa Norte que será disputa na variação Union, será decidido somente amanhã, no Congresso Técnico realizado a partir das 18h, no Restaurante Pankaru. Mas, o coordenador do evento adianta que as equipes poderão entrar em campo com 15 jogadores e dez suplentes. A  partida com tempo indefinido até o momento, só pára quando algum jogador da 1ª linha necessita de cuidados médicos. Além disso, a competição terá o terceiro tempo, uma espécie de confraternização entre os jogadores.

Apesar de ser um esporte de contato e muitas vezes parecer violento, esta modalidade carrega principíos. Por isso, o jogador de rúgbi aprende a respeitar seu companheiro, adversário, árbitros e torcedores.  Costuma-se dizer que  que “o rúgbi é um esporte de brutos jogado por cavalheiros”.