Publicidade
Esportes
Craque

Espelho: Edmilson, auxiliar pontual da Seleção, quer passar experiência aos atletas

Auxiliar técnico de Rogério Micale, comentou que o principal objetivo é passar experiência aos jogadores jovens do time olímpico. Ex-craque do Barcelona foi convidado pela CBF para ajudar na preparação da equipe em Manaus 07/10/2015 às 19:17
Show 1
Edmilson foi Pentacampeão do mundo em 2002 e espera passar experiência para os futuros campeões do Brasil
Anderson Silva e Camila Leonel Manaus (AM)

Pentacampeão com a Seleção Brasileira em 2002, o ex-jogador Edmilson hoje é auxiliar técnico pontual da seleção olímpica que disputará dois amistosos na capital amazonense. Com 39 anos, o jogador diz que é importante passar experiência para os atletas, que ainda são novos. Apesar de ser de outra geração, o ex-volante admite que os tempos são outros, mas o importante é trabalhar o caráter dos atletas.

“Eu não consigo comparar muito as gerações. Então a gente, principalmente o pessoal que é da coordenação, tem que entender que é outro tipo de entretenimento, outro tipo de informação, outro tipo de vida. O mundo está globalizado, o atleta tem que estar sempre informado, tem que ser inteligente ele tem que ter um entorno muito bom. Trabalhar com sucesso, fama, poder e dinheiro não é muito fácil, você pode se corromper no meio do caminho com ética, com caráter e isso é um divisor de águas se você realmente seguir ser profissional, atingir suas metas, você será vencedor”, disse.

Para o ex-jogador a principal missão é passar coisas que levem o jogador a refletir, além de transmitir positividade.

“Nós precisamos, como espelho, procurar passar para essa rapaziada algo que reflita coisa boa, que reflita esperança para que a gente venha a ter melhores craques e, acima de tudo, eu creio que a carreira ela é passageira. O importante é o caráter e a cidadania e isso fica para o resto da vida”, explicou.

Falando sobre futebol, o coordenador explicou que a seleção não jogará com duas seleções fracas. “Eu não entendo que sejam duas seleções fracas, mas duas seleções”, finalizou.