Publicidade
Esportes
Craque

Estádio comunitário na Zona Norte tem 500 mil liberados e licitação sai em ainda nesse ano

A novela que já dura mais de três anos deve acabar com o processo de licitação a ser lançado nos próximos 15 dias. Obra deve começar em janeiro de 2013 19/11/2012 às 18:11
Show 1
Estádio da cidade de Manaquiri, no interior do Amazonas
Carlos Eduardo Souza Manaus (AM)

A Secretaria de Esportes, Juventude e Lazer (SEJEL), recuperou um convênio no valor de R$ 3,5 mi junto à Caixa Econômica Federal, para a construção de um estádio Comunitário na Zona Norte de Manaus.

O estádio deve ser erguido próximo ao Conjunto Osvaldo Frota, no Bairro cidade nova e deverá comportar mil pessoas sentadas.

“Será um estádio simples, mas com vestiário, arquibancada e iluminação”, disse a secretária de esportes, Alessandra Campêlo.

O projeto básico já está na Caixa Econômica Federal para avaliação, depois que foram feitas as devidas correções. Quando os projeto retornar, a Secretaria de Estado de Infraestrutura (Seinfra) poderá enviar à Comissão de Licitação para abrir o processo e saber quem vai construir o estádio.

“O mais difícil já passou. Agora temos a garantia que o dinheiro vai sair. Como não é um estádio grande, acreditamos que no meio do ano que vem ele já esteja pronto”, disse Alessandra.

A novidade em relação ao projeto anterior fica por conta do gramado, que vai receber o mesmo tipo de grama que vai ser colocado na Arena Da Amazônia. Isso porque é intenção do governo utilizar as instalações como campo de treinamento durante a Copa de 2014.

“Já acertamos isso e esse estádio vai ser um centro de treinamento. É um estádio comunitário e, depois que passar a Copa vai servir à comunidade da zona Norte de Manaus”, disse Alessandra Campêlo.

Segundo a SEJEL, a caixa já liberou R$ 500 mil para o início das obras. Se processo de licitação for aberto em 15 dias, , no dia cinco de dezembro, a obras só poderá ser iniciada  no segundo semestre de janeiro do ano que vem, pois, uma licitação, por mais rápida que seja, leva no mínimo 45 dias.

Colina e Floro de Mendonça

Alessandra Campêlo também comentou sobre o estádio da Colina e Floro de Mendonça, em Itacoatiara. Segundo ela, o governo já fez tudo o que deveria ser feito para agilizar as obras do Floro de Mendonça, mas o problema está entre a construtora e a Seinfra.

Em relação ao Estádio da Colina, Alessandra acredita que em breve o projeto seja licitado, pois, já foram liberados cerca de 9 milhões pela Caixa, via Ministério do Turismo.