Publicidade
Esportes
Craque

Estádio da Colina terá R$10 milhões liberados em dezembro

Para ser um dos Campos Oficiais de Treinamento, a nova Colina deverá ter, no mínimo, dois mil lugares cobertos, além de estacionamento, vestiário e um campo nos padrões internacionais exigidos pela Fifa. 21/11/2012 às 17:43
Show 1
Vista aérea do Estádio da Colina
acritica.com Manaus (AM)

A reforma do estádio da Colina, que será um dos Campos Oficiais de Treinamento (COT), na Copa do Mundo de 2014, começa a ganhar corpo. Nesta quarta-feira (21), a secretária de Estado da Juventude, Desporto e Lazer, Alessandra Campêlo, anunciou que o Ministério do Turismo vai liberar no mês de dezembro R$ 10 milhões de um total de R$ 21 milhões necessários para a reforma da praça esportiva do São Raimundo.

Para ser um COT, a nova Colina deverá ter, no mínimo, dois mil lugares cobertos, além de estacionamento, vestiário e um campo nos padrões internacionais exigidos pela Fifa.

Logo após o Governo do Amazonas encaminhar a licitação do projeto executivo, o próximo passo é aprovação do projeto técnico junto à Caixa Econômica Federal. Só depois desse processo é que o Governo fará a licitação da obra, em que constará o prazo de entrega do novo estádio do Tufão da Colina.

“O importante é que o Governo do Estado já recebeu a garantia, junto ao Ministério do Turismo, da liberação da primeira parte do recurso necessário para a obra. A nova Colina vai sair do papel”, anunciou a titular da Sejel.

Estádio da Zona Norte

Outra novidade em relação à infraestrutura esportiva do Estado é em relação ao estádio do conjunto Osvaldo Frota, na Cidade Nova, Zona Norte. Nesse caso, trata-se de uma emenda do deputado federal Carlos Souza (PSD) de 2007, e agora reativada no Ministério do Esporte, no valor de R$ 3,5 milhões. Desse montante, R$ 500 mil já foram liberados para a Sejel, que será a executora da obra. O projeto técnico e a fiscalização ficarão a cargo da Secretaria de Estado da Infraestrutura (Seinfra).

O estádio será comunitário, com capacidade para 1.000 torcedores, tendo gramado de primeira qualidade, vestiários, lanchonetes e conforto necessário para espetáculos de pequeno porte. A nova praça esportiva deve ser licitada até dezembro e, quando finalizada, será uma alternativa para os jogos do Campeonato Amazonense de Futebol Profissional.