Publicidade
Esportes
Craque

Everson Silva sobre apelido: ‘Messi só tem um’

Jogador do Nacional não quer mais esse peso e  diz que quer ser chamado de Everson Silva 28/03/2012 às 10:08
Show 1
Messi quer ser Everson e fugir do peso da marca de melhor do mundo
André Viana Manaus

Há dois anos, a torcida amazonense conheceu um jogador baixinho, talentoso, destro e com um apelido pra lá de sugestivo: Messi. Inicialmente no América, o atacante - hoje com 24 anos - conquistou a torcida e a imprensa com seus dribles ariscos e objetivos. Mas, agora, com a camisa do Nacional, depois de uma rápida passagem pelo Grêmio Coariense, Messi quer deixar de ser Messi.

“É muita responsabilidade ter um apelido deste. Messi só tem um. Quero ser chamado de Everson Silva. Nada de Messi, por favor”, decretou o jogador.

O que Everson deveria saber é que apelido não pode ser repelido. Pois quanto mais incomoda o apelidado, mais pega. E, além do mais, uma vez Messi, sempre Messi.

“Não, chega. Me chame de Everson Silva”, insiste o veloz atacante, que formará dupla com Garanha.

Nesta terça-feira, durante o treino tático, Everson, ou melhor Messi, foi um dos destaques. O jogados foi testado pelo técnico Leo Goiano  pelas duas extremidades do campo. Cansado, Messi, ou melhor, Everson, mostrou sua habilidade com a bola e não poupou elogios ao rival. “O Rio Negro mudou muito. Vai ser uma jogo difícil”, garantiu.