Publicidade
Esportes
Craque

Família que estava perdida na mata em Tefé (AM) é achada após 48h

Francisco, Alderson e a menina Karoline foram encontrados por volta das 15h, por um agricultor, a 95 quilômetros distantes do local onde haviam se perdido, a comunidade Arraia, no lago de Tefé. Os parentes contaram que eles saíram de casa por volta das 6h de sábado e não retornaram mais 14/02/2012 às 16:30
Show 1
Francisco, Alderson e a menina Karoline foram encontrados por um agricultor em uma comunidade, a 95 quilômetros distantes do local onde haviam se perdido
Joana Queiroz Manaus

Francisco Geraldo Alves Costa, 30 e os  menores Alderson Alves Leocaldio de 10 anos e Karoline Alves Costa 09, foram resgatados na tarde desta segunda-feira (13) depois de terem ficado perdidos na mata por mais de 48 horas.

Segundo o major da Polícia Militar, Ayrton Norte, que comandou a operação de resgate, eles estavam debilitados fisicamente, receberam atendimento médico e passam bem. 

Francisco, Alderson e a menina Karoline foram encontrados por volta das 15h, por um agricultor na comunidade denominada de Jatuarana, localizada no rio Bauana, a 95 quilômetros distantes do local onde haviam se perdido, a comunidade Arraia, no lago de Tefé.

O roceiro avisou aos policiais da Força Tática do 3º BPM, de Tefé, que resgataram as vítimas. Bastante debilitados, mas demonstrando aliviados, os sobreviventes relataram aos policiais as dificuldades que passaram na selva.

Eles contaram que durante o dia caminhavam pela mata tentando uma saída a um local que pudessem ser encontrados, por onde passavam tiveram o cuidado de deixar uma marca para que facilitasse a localização deles. Tomaram água dos riachos e se alimentaram de frutas e castanhas que encontraram na selva.

Os piores momentos aconteceram durante a noite. Eles tiveram que enfrentar o frio, a escuridão, uma tempestade e a ameaça de animais selvagens.

“Passamos as noites nos igapós, porque as onças preferem as terras firmes”, contou Francisco Geraldo. O menino chegou a chorar com medo de Curupira e a menina reclamava do frio.

Depois de muita caminhada pela mata, os perdidos saíram em uma casa de farinha, onde foram encontrados. 

Depois de medicados Francisco Geraldo e as crianças foram entregues aos familiares. O major disse que os sobreviventes tiveram sorte em ser encontrados com vida.

Norte orienta a população para que quando surgir uma situação semelhante à vivida pela família de Francisco Geraldo, que comunique a polícia imediatamente.

Operação de busca
Dezoito homens da Polícia Militar, comandados pelo major Ayrton Norte,  iniciaram as buscas na manhã desta segunda (13) e até o final da tarde as pessoas  ainda não haviam sido localizadas.

Os parentes contaram que os três saíram de casa, por volta das 6h de sábado e não retornaram mais. Segundo familiares disseram que Francisco está acostumado a fazer isso e que sempre voltava no mesmo dia.

A polícia temia que os mesmos fossem atacados por animais ferozes ou ainda que tivessem caído em uma armadilha para pegar caça que muitas vezes é deixa da na mata por caçadores.