Publicidade
Esportes
Craque

Fast não paga punição ao TJD-AM e poderá ser suspenso de competições nacionais

Valor de R$ 1.000 aplicado ao clube não foi paga ao Tribunal. Rolo Compressor agora poderá ficar fora da disputa da Copa Verde 20/01/2016 às 16:19
Show 1
TJD puniu o Fast por não pagar multa a entidade
Anderson Silva Manaus (AM)

O Tribunal de Justiça Desportiva do Amazonas (TJD-AM) puniu o Fast, nesta quarta-feira (20), por não honrar o pagamento da punição aplicada a um jogador do clube. O valor de R$ 1.000 não foi pago na data estabelecida, assim a 2° Comissão Disciplinar decidiu punir o clube com o afastamento das competições locais e nacionais. O Tricolor se prepara para enfrentar o Águia de Marabá (PA) no dia 3 de fevereiro, pela fase pré-liminar da Copa Verde.

“Foi enviado à intimação ao clube para fazer o pagamento, aí foi dado mais um prazo depois dessa intimação e o pagamento não foi efetuado. Então o tribunal decidiu suspender a equipe até o pagamento”, disse a presidente da 2° Comissão Disciplinar, Ana Claudia, sem dar mais detalhes sobre a punição, assim como demais multas e juros.

“Não sei dizer. Tenho que consultar aos autos que estão na entidade”, disse a presidente.

Ainda de acordo com Ana Claudia, o clube pode ser livrar da suspensão assim que efetuar o pagamento.

“Eles (Fast) podem pagar a multa no momento em que decidirem. A justiça desportiva pode até parcelar a multa”, afirmou a presidente que encaminhou a notificação para a Federação Amazonense de Futebol (FAF).

O diretor de futebol do Fast, Rodrigo Novaes, afirmou desconhecer da punição, mas irá se reunir com a presidência assim que for notificado.

“Assim que tiver acesso ao documento irei reunir com o Cláudio Nobre e o Rozenha para definir o que faremos”, disse.