Publicidade
Esportes
Craque

Fast reata com a vitória e derrota o Princesa

A partida foi válida pela sexta rodada do Campeonato Amazonense. O rolo compressor foi a 12 pontos e ocupa agora a terceira posição na tabela e o Tubarão a sexta 16/02/2012 às 09:12
Show 1
Nando fez o primeiro gol da noite de alegria para o Fast
Jornal A Crítica Manaus

Depois de duas derrotas consecutivas, o Fast reencontrou o caminho da vitória, na noite desta quarta-feira, no fechamento da sexta rodada do Campeonato Amazonense, no estádio do Sesi. A vítima do Rolo Compressor foi o Princesa, que não resistiu a velocidade e o toque de bola envolvente do Rolo Compressor, e perdeu por 2 a 0. Os gols foram marcados por Nando (o primeiro dele na competição) e Joyner, que substituiu o estreante da noite Alecsandro BA - jogador que veio do futebol montenegrino.

Com a vitória, o Fast segue em terceiro lugar na classificação, mas viu sua distância em relação ao Nacional, segundo colocado, cair para apenas um ponto (12 contra 13). 

Disposto a colocar um ponto final na sequência de derrotas, o Fast entrou em campo com apetite, sufocando o Tubarão de Manacapuru em seu campo. O primeiro gol veio aos 16 minutos, numa linda trama ofensiva do Tricolor. Alecsandro BA fez ótima inversão de bola para Michel, o meia foi ao fundo pela direita e cruzou rasteiro para Nando estufar as redes do goleiro Luis Paulo, que até então era uma barreira intransponível. Nando comemorou muito seu primeiro gol com a camisa fastiana.

No segundo tempo, a história se repetiu. Era ataque do Fast contra a defesa do Princesa. E quando a torcida tricolor já começava temer pelo pior, com a insistência da bola não entrar, Joyner deu números finais ao placar, marcando o nonagésimo gol do Amazonense.

Fast 2 X 0 Princesa

Fast  Naylson; Catatau, João Gomes, Rodrigo e Palheta (Edson); Alberto, Emerson, Michel e Roberto Dinamite; Alecsandro BA (Joyner) e Nando 9Júnior Lacraia). Téc.: P. Morgado.

Princesa  Luis Paulo; Clemilton, Kave, Bigu e Fernando; Batista (Simão), Baié, Cacau e Neto Manacapuru (Felipe); Léo (Amaralzinho) e Renato Gladiador. Téc.: Aderbal Lana.

Estádio: Roberto Simonsen (Sesi) 

Árbitro: Antônio Carlos Pequeno Frutuoso 

Assistentes: Abson Pantoja e Joevá Rodrigues dos Santos

Gols:  Nando, aos 16’ do 1º t e Joyner, aos 41’ do 2º t.