Publicidade
Esportes
Craque

FATM e SESI lançam Programa Atleta do Futuro ‘Tênis de Mesa’, em Manaus

O PAF faz parte do Serviço Social da Indústria durante dois anos, com o futsal e a dança, e agora também irá apoiar o tênis de mesa 01/03/2012 às 13:02
Show 1
O mesatenista Mário Costa ministar aulas a tarde no Programa Atleta do Futuro
Lorenna Serrão Manaus


A Federação Amazonense de Tênis de Mesa (FATM) e o Serviço Social da Indústria (SESI Amazonas) darão uma sacada de mestre nesta sexta-feira (02), com o lançamento do Programa Atleta do Futuro “Tênis de Mesa”, que tem como objetivo principal desenvolver a modalidade e também descobrir novos talentos.

De acordo com o presidente da FATM, André Galvão o projeto irá atingir inicialmente 200 estudantes da Escola Estadual General Sampaio e as aulas, que serão ministradas pelo coordenador de Detecção de Talentos da Região Norte, Enivaldo Vasconcelos e também pelo mesatenista Mário Costa, acontecerão três vezes por semana, no SESI do São Jorge, Zona Oeste.

“O programa funcionará de manhã e de tarde e receberá alunos de 6 a 17 anos, a ideia é que tenhamos até o fim do ano pelo menos um atleta apto a fazer teste na Confederação Brasileira, em São Paulo”, disse Galvão.

Outro ponto positivo com a parceria entre o SESI e a Federação é que o Tênis de Mesa local, antes praticado somente na Vila olímpica de Manaus ganhou mais um espaço para alegria dos atletas e dos amantes do esporte.

“É importante ressaltarmos também que o SESI está caminhando para se tornar uma potência da modalidade, pois futuramente os atletas, além do apoio, poderão representar a entidade em disputas estaduais e nacionais, isso é muito bom”, comentou o presidente da FATM.  

O Programa Atleta do Futuro existe no SESI há cerca de dois anos, com as modalidades de futsal e dança (balé e jazz). Segundo o coordenador José Rodrigo Travessa a parceria com a Federação de Tênis de Mesa significa unir o útil ao agradável.

“Nós tínhamos os alunos e a federação o material então conversamos e resolvemos incluir o tênis de mesa no PAF. E os alunos da Escola General Sampaio vão praticar a modalidade durante um ano”, finalizou Travessa.