Publicidade
Esportes
Craque

Federação de Ciclismo do AM investirá no Bicicross em 2013

Desde que a única pista de Manaus foi desativada em 2007, os atletas ficaram sem espaço para realizar manobras radicais do modelo BMX 04/01/2013 às 11:37
Show 1
Bicicross está sem pista desde 2007 em Manaus
Lorenna Serrão Manaus

Adormecido desde 2007, quando a única pista de Manaus foi desativada, o Bicicross deve começar a despertar em 2013. Para conseguir um novo espaço, o presidente da Federação Amazonense de Ciclismo, Durval Santos Neto, promete investir nas manobras radicais do modelo BMX, a partir do mês de fevereiro, quando iniciam as atividades oficiais da FCAM.

 “Nós queremos conseguir uma nova pista, por isso este ano daremos uma atenção maior ao Bicicross, que é considerado o ponto inicial do ciclismo. Queremos que aconteça uma retomada deste esporte que atrai principalmente as crianças e por isso vamos apresentar vários projetos com intuito de conseguirmos um novo espaço”, disse o presidente da FCAM.

Ainda de acordo com Santos, para que os praticantes do Bicicross não desistissem da modalidade, em 2012 foram realizadas algumas atividades em pistas do interior do Estado.

“Sem pista é difícil fazer alguma coisa, mas ano passado alguns atletas se aventuraram em competições que aconteceram em Rio Preto da Eva (a 57 quilômetros de Manaus) e em Autazes (a 161 quilômetros da Capital), municípios que possuem um espaço para realização de torneios de Bicicross, mas é complicado sair daqui para competir em outras cidades, nem todos os atletas têm condições de arcar com as despesas”, explicou.

A Federação Amazonense de Ciclismo já tem a planta do novo circuito de Bicicross, mas ainda precisa encontrar um local para que ela seja construída.

“Nós estamos analisando alguns locais, a ideia é tentar conseguir um espaço em uma área do  prosamim. Não tenho nada contra o futebol, mas existe tanta quadra e campo por aí, por isso acredito que também será muito difícil encontrarmos um canto para construirmos o novo circuito de Bicicross”, pontuou Durval Neto.

Antiga pista
A antiga pista de Bicicross de Manaus era localizada na estrada do aeroporto Eduardo Gomes. Em 2007 a Infraero apresentou um laudo técnico alegando risco de acidente, uma vez que a pista ficava bem próxima a um trecho da Avenida Torquato Tapajós, cujo fluxo de carros, caminhões, ônibus e carretas é intenso. Havia o temor de algum veículo perder a direção e despencar barranco abaixo sobre atletas e torcedores, por isso o circuito foi desativado.