Publicidade
Esportes
Craque

Federação de Motociclismo do Amazonas ameaça paralisar campeonato

A disputa está marcada para iniciar no próximo domingo (04), mas o presidente da entidade, Sérgio Motta alega que a competição não possui autorização da FEMOAM 02/03/2012 às 10:11
Show 1
James Bala (foto) e Sérgio Motta travam uma guerra nos bastidores
Adan Garantizado Manaus

A motovelocidade é um dos esportes que mais ganhou destaque no Estado nos últimos anos. Mas, uma “guerra” nos bastidores da modalidade pode acabar com a paz na categoria. O presidente da Federação de Motociclismo do Amazonas (Femoam), Sérgio Motta, ameaça paralisar a competição marcada para iniciar no próximo domingo (4). Motta alega que o campeonato (organizado pela liga dos pilotos) não possui autorização da Femoam.

O presidente da entidade também questiona as condições de segurança do kartódromo da Vila Olímpica de Manaus (local onde o campeonato é realizado há mais de 10 anos).

“Todo final de semana, crianças e adultos ficam ao lado do kartódromo soltando ‘papagaios’. Imagine você se uma linha com cerol atinge um piloto? É um problema gravíssimo. Se acontece um acidente desse nível, a imprensa virá me questionar. Fico preocupado”, complementou Motta, que promete ir ao Ministério Público do Estado (MPE) nesta sexta-feira e pedir que o órgão investigue e impeça a realização do campeonato.

Sérgio ainda aproveitou para atacar James Bala, piloto e dono da produtora  responsável por realizar o campeonato nos últimos anos.

“Ele só quer aparecer. Acha que a motovelocidade é dele. Ano passado, havia  menores trabalhando como bandeiras durante a competição. Ele também não tinha o laudo do Corpo de Bombeiros autorizando a prova. Chamei ele várias vezes para tentar resolver, mas não chegamos a um entendimento”, disse o presidente da Femoam. 

Interesses
James Bala respondeu as críticas de Motta. Segundo o piloto, a Femoam nunca apoiou as competições. Bala garante que o campeonato não é clandestino e que será realizado no domingo.

“Nosso evento não é ilegal. Só não é coordenado pela Federação, mas sim pela Liga. Isso acontece em diversas modalidades. Tenho documentos que me dão respaldo. E ninguém corre no campeonato sem estar filiado”, explica James.

“O Sérgio é moleque e fala pelas minhas costas. Eu brigo pelos interesses dos mais de 200 pilotos. Já o Sérgio só pensa nele”, disparou Bala. Pentacampeão amazonense de motovelocidade, Ivo Gama manifestou apoio a James Bala.

“Corro há mais de 10 anos e a Femoam sempre esteve longe do campeonato. Nunca ajudou. O James é quem corre atrás de apoio e faz o evento ser grande”.

James Bala - piloto e diretor do amazonense de motovelocidade

1  O que você acha que motivou o presidente da Femoam a fazer estas denúncias contra o campeonato?
É olho gordo. O Sérgio viu que a modalidade está crescendo e quer ganhar dinheiro nas costas do esporte. Nossa federação tem a 3ª filiação mais cara do país (R$ 155). Desse montante R$ 55 vão para a Confederação (CBM) e R$ 100 pro bolso dele. A federação não apoia e o Sérgio é um leigo no esporte.

2  A segurança do kartódromo também foi questionada por ele...
Isso prova o quanto o Sérgio é leigo no esporte. Não existe outro lugar no Estado onde possamos fazer as provas. O problema dos papagaios com cerol existe sim, mas nós teremos o apoio domingo de alguns seguranças particulares, que vão impedir que alguém invada ou passe com linhas próximos à pista.

3  Você garante que teremos corrida domingo?
Sim, os pilotos e o público podem ficar tranquilos. A partir das 14 horas na Vila, com entrada gratuita.