Publicidade
Esportes
Craque

Fifa abre processo disciplinar para apurar mordida de jogador uruguaio em jogo

O incidente foi considerado por vários comentaristas o lance mais lamentável desta Copa dentro dos gramados, uma vez que Suárez violou o Código Disciplinar da Fifa 25/06/2014 às 08:41
Show 1
Luis Suárez é atacante do Uruguai e joga no Liverpool
Danilo Macedo (Agência Brasil) Brasília (DF)

A Fifa confirmou na madrugada desta quarta-feira (25) que abriu processos disciplinares contra o jogador uruguaio Luis Suárez, que deu uma mordida no ombro do zagueiro italiano Chiellini na vitória do Uruguai por 1 a 0 sobre a Itália, nessa terça-feira (24), em Natal. A vitória garantiu uma vaga para a equipe sul-americana nas oitavas de final da Copa do Mundo.

Segundo a Fifa, o jogador ou a Associação Uruguaia de Futebol tem até as 17h de hoje, no horário de Brasília, para apresentar sua posição e provas documentais relevantes em sua defesa. A federação internacional informou, por meio de nota, que Suárez deve responder a “aparente” violação dos artigos 48 e 57 do Código Disciplinar da Fifa, relacionados a má conduta e violência.

A entidade acrescentou que “o Comitê Disciplinar da FIFA é responsável por punir as infracções graves que tenham escapado à atenção dos árbitros” e que podem ser usados, como prova, relatórios dos árbitros, declarações das partes e testemunhas, além de gravações de vídeo. Embora o árbitro da partida, o mexicano Marco Rodríguez, não tenha marcado nada no lance, as câmeras de TV registraram o momento da mordida, dentro da grande área italiana.

O incidente foi considerado por vários comentaristas o lance mais lamentável desta Copa dentro dos gramados. Essa foi a terceira vez que Suárez foi flagrado mordendo um jogador durante uma partida de futebol. Nas duas anteriores, foi punido com dois e dez jogos de suspensão, respectivamente. Se for punido, a estrela uruguaia não poderá ajudar sua seleção contra a Colômbia, nas oitavas de final.