Publicidade
Esportes
Craque

Fla pede indenização de R$ 40 mi a Ronaldinho e comemora início de "bala de canhão"

O argumento é que essa quantia será capaz de ressarcir o Flamengo pelo fracasso da passagem do ex-capitão do time pela Gávea 20/06/2012 às 12:01
Show 1
Flamengo reclama que Ronaldinho não zelou pela imagem durante passagem na Gávea
Uol/ Esporte ---

O departamento jurídico do Flamengo deu o primeiro passo na Justiça para contra-atacar no caso em que Ronaldinho Gaúcho cobra R$ 40 milhões do clube. Na terça-feira, a diretoria rubro-negra confirmou ação na 9ª Vara do Trabalho em que pede indenização ao jogador pelo mesmo valor. O argumento é que essa quantia será capaz de ressarcir o Flamengo pelo fracasso da passagem do ex-capitão do time pela Gávea. O vice-presidente jurídico Rafael de Piro comemora o início da “bala de canhão” contra o jogador – agora no Atlético-MG.

O Flamengo informa que pede R$ 35 milhões por danos morais causados ao clube. Os outros R$ 5 milhões se explicam pelo fato de a diretoria não ter conseguido parceiros devido à imagem de Ronaldinho estar sempre associada às festas. O Flamengo confia na vitória. “Se não tivesse chance, não teríamos ido à Justiça”, disse, irritado, Rafael de Piro ao UOL Esporte.

De acordo com reportagem do jornal O Dia, o Flamengo apresentou à Justiça imagens de Ronaldinho em noitadas no Rio de Janeiro. Outro argumento usado pelo departamento jurídico é a de que o atleta não zelou pela sua imagem. Por isso, o clube não teve chance de atrair patrocinadores e assinar contratos de publicidade.

“De fato, essa é a primeira parte da bala de canhão. Não posso entrar em detalhes, mas temos provas capazes para ganhar essa ação. Pedimos indenização de R$ 40 milhões por uma série de prejuízos à imagem do clube. A ação já foi distribuída na Justiça e vamos aguardar agora. É mais um capítulo dessa guerra”, completou de Piro.

A polêmica expressão foi usada pela primeira vez no dia seguinte à confirmação de que Ronaldinho deixava o clube através de vitória na Justiça. O craque conseguiu a rescisão de contrato e cobra uma dívida de R$ 40.177.140,00. Em entrevista coletiva, o Flamengo ressaltou decepção com a atitude do atleta e prometeu luta implacável.

"Essa causa do Ronaldinho é uma questão de honra. Todo o sentimento de indignação será revertido em trabalho. Já entramos em contato com inúmeras esferas judiciais e brigaremos até o fim. Estamos preparando um tiro de canhão para ele e o irmão [Assis, que também é o empresário de Ronaldinho]", destacou de Piro no dia 1º de junho.