Publicidade
Esportes
Craque

Fla segue 'calvário' sem camisa 10, mas Joel fala em 'futuro brilhante' para o time

O cenário não parece muito animador na ótica do torcedor, mas o técnico Joel Santana assegura que o futuro será brilhante para a equipe 09/07/2012 às 11:56
Show 1
Com a vitória, o Fluminense permanece como o único time invicto do campeonato. O atacante Fred mostrou que tem estrela e marcou o único gol do jogo
Uol/ Esporte ---

O Flamengo sofre com um problema crônico desde o início do ano e evidenciado na derrota para o Fluminense por 14 a 0, no último domingo, no Engenhão, pela 8ª rodada do Campeonato Brasileiro. Sem um camisa 10 responsável por surpreender as defesas adversárias, o time segue o seu “calvário” na competição nacional. O cenário não parece muito animador na ótica do torcedor, mas o técnico Joel Santana assegura que o futuro será brilhante para a equipe.

Mesmo quando Ronaldinho ainda estava na Gávea, o desempenho do tão falado camisa 10 já deixava a desejar. Falta ao Rubro-Negro o que o treinador chama de “passe milimétrico”. Sem um nome para fazer a função, Ibson tem frequentado o setor no andamento dos jogos, mas produzido pouco. Contra o Tricolor das Laranjeiras, o Flamengo teve maior posse de bola, mas raras chances claras de gol.

A bola gira no setor de meio de campo, porém, o passe para a finalização não acontece. Foram apenas três chutes que acertaram o gol no clássico do centenário. Quando chegou mais perto de abrir o placar foi através de um “abafa” ao final da partida com bolas alçadas na área. Com Vagner Love bem marcado, torna-se cada vez mais complicada a situação ofensiva.

“Quando temos um jogador com o passe milimétrico as coisas melhoram bastante. É claro que um atleta desse nível cai bem em qualquer time. Mas essa posição está escassa. Talvez não se encontre dez com essa qualidade no Brasil. A direção está procurando, viajou e vamos aguardar um pouco. Pode acontecer alguma coisa, não sei”, afirmou Joel Santana, referindo-se ao processo que envolve a tentativa de contratação do meia Diego, do Wolfsburg-ALE, além do oferecimento do argentino Riquelme.

Mesmo com os claros problemas e a demora para a resolução dos mesmos, Joel Santana assegura que o futuro do time será brilhante. Com as chegadas do volante Cáceres e do lateral esquerdo Ramon, o comandante tem a certeza de que a equipe ficará mais sólida para a sequência do Brasileirão.

“Nossa pretensão é andar na zona dos quatro primeiros sempre. O nosso futuro será brilhante e não tenho a menor dúvida disso. Com a chegada dos reforços a coisa tende a crescer ainda mais e vamos brigar pelas vitórias em campo”, encerrou.

Os jogadores estão de folga nesta segunda-feira. A reapresentação está marcada para a próxima terça-feira, às 15h, no CT Ninho do Urubu, em Vargem Grande, Zona Oeste do Rio de Janeiro. Sem Vagner Love e Bottinelli, suspensos pelo terceiro cartão amarelo, o Rubro-Negro enfrenta o Bahia, no próximo domingo, às 16h, em Salvador, pela 9ª rodada do Campeonato Brasileiro.