Publicidade
Esportes
Craque

Flu põe poder de decisão à prova contra Inter em volta de Oscar a Libertadores

Sem encantar na temporada, o Tricolor tem mostrado toda a força do seu elenco nos jogos decisivos - o último deles, a goleada sobre o Botafogo na final do Carioca  10/05/2012 às 14:52
Show 1
O jogador Leandro Damião, do Internacional, em lance contra o Fluminense, durante partida válida pelas oitavas de final da Copa Libertadores
Uol/ Esporte ---

Fluminense e Internacional entram em campo às 22h desta quinta-feira, no Engenhão, para definir o adversário do Boca Juniors nas quartas de final da Copa Libertadores. E o duelo promete. Sem encantar na temporada, o Tricolor tem mostrado toda a força do seu elenco nos jogos decisivos - o último deles, a goleada sobre o Botafogo na final do Carioca. Agora, colocará mais uma vez à prova seu poder de decisão contra a equipe colorada reforçada por Oscar, seu principal garçom e que volta à competição continental após quatro partidas fora - o meia ficou afastado por causa de uma batalha judicial travada com seu ex-clube, o São Paulo.

O técnico Abel Braga ignorou as medidas tomadas pela diretoria do Fluminense, que enviou ofício à Conmebol (Confederação Sul-Americana de futebol) e ameaçou ir à Justiça caso o time acabasse eliminado com Oscar escalado de maneira irregular, e mostrou satisfação pela presença do apoiador colorado em campo. Se o reforço do jogador qualifica o adversário, ao mesmo tempo abre mais espaços para o Fluminense, que precisa fazer gols se não quiser decidir a vaga nos pênaltis.

Na primeira partida entre cariocas e gaúchos, há duas semanas, no Beira-Rio, o placar não saiu do 0 a 0. Esta noite, quem vencer fica com a vaga. Um novo empate sem gols leva a decisão para os pênaltis. Em caso de igualdade com gols, o Inter seguirá na competição e enfrentará o Boca Juniors na próxima fase.

O Fluminense terá todas as suas estrelas em campo. Deco, Fred e Thiago Neves estão confirmados, além de Rafael Sóbis, destaque do time nas últimas partidas. O técnico Abel Braga tem a lamentar apenas as ausências de Wellington Nem e Diguinho, machucados.

“Meu time não tem surpresa, todo mundo sabe qual é. Se não jogar o Edinho, joga o Valencia. É a única dúvida. Infelizmente não conseguimos marcar um gol no primeiro jogo. A parada vai ser dura. Fluminense e Inter têm semelhanças, são times que crescem na hora decisiva”, comparou o técnico Abel Braga.

No lado colorado, os holofotes estão todos voltados para Oscar, que só teve a escalação confirmada no fim da tarde de quarta-feira. O meia voltou ao Inter no fim de semana e marcou um gol na partida de ida da final do Gauchão contra o Caxias. Com cinco gols e oito assistências em 13 jogos na temporada, o jogador é o principal garçom colorado e voltará a disputar um jogo de Libertadores após quase dois meses - o último foi os 5 a 0 sobre o The Strongest, no Beira-Rio.

O Inter ainda conta com os retornos de Leandro Damião e Rodrigo Moledo, que estavam suspensos no Gauchão, além de Dátolo, que havia sido poupado pelos médicos. A única ausência será D’Alessandro, que ainda se recupera de uma lesão muscular na coxa direita. Dagoberto, por sua vez, foi liberado pelos médicos e ficará no banco de reservas.

“Não vamos para ser sparring ou atacar aleatoriamente. As duas equipes têm jogadores que podem definir do meio para o ataque e ambas vão procurar jogar. O Inter sabe como jogar partidas decisivas. Não vejo uma vantagem expressiva para o Fluminense, só a emocional. Pelo último jogo e pela campanha geral. Mas vamos tentar surpreender de alguma forma”, disse Dorival Júnior.

FLUMINENSE X INTERNACIONAL

 Data: 10/5/2012, quinta-feira

Horário: às 22h (de Brasília)

Local: Engenhão, no Rio de Janeiro (SP)

Transmissão na TV: Fox Sports

Árbitro: Wilson Luiz Seneme

Assistentes: Carlos Berkenbroc e Marcelo Van Gasse

 FLUMINENSE

Diego Cavalieri, Bruno, Gum, Leandro Euzébio e Carlinhos; Edinho (Valencia), Jean e Deco; Thiago Neves, Fred e Rafael Sóbis

Técnico: Abel Braga

 INTERNACIONAL

Muriel; Nei, Rodrigo Moledo, Índio e Fabrício; Sandro Silva, Guiñazu, Tinga, Dátolo e Oscar; Leandro Damião

Técnico: Dorival Júnior