Publicidade
Esportes
Craque

Flu vence Madureira por 2 a 1

Com o resultado o tricolor mantém vivo o sonho de disputar a seminal da Tala Rio. Já o Madureira decide sua permanência na Série A apenas na última rodada 07/04/2012 às 18:31
Show 1
Thiago Neves comemora o resultado do Flu
Lancenet Rio de Janeiro

O Fluminense bateu o Madureira por 2 a 1, gols de Lanzini e Thiago Neves, neste sábado (7), em Conselheiro Galvão. Com o resultado, o Tricolor, agora com 10 pontos, mantém vivo o sonho de disputar a semifinal da Taça Rio. O Madureira, por sua vez, vai decidir sua permanência na Série A do Carioca apenas na última rodada. O Flu foi atrapalhado pela vitória do Bangu, por 1 a 0, sobre o Macaé. Com o resultado, o time de Moça Bonita alcançou 12 pontos.

O Flu começou a partida dando pinta de que ia liquidar a fatura com rapidez. No primeiro minuto, Thiago Neves cabeceou para a rede, mas o árbitro apontou impedimento de Rafael Moura.

Passado o susto e a impressão inicial, quem tomou a iniciativa do jogo foi o Tricolor Suburbano. Marcando muito forte no meio e chegando com bastante gente à frente, a equipe da casa deu dor de cabeça aos defensores do Fluminense. Pela esquerda, Carlinhos teve problemas com as triangulações de Wellington, Paulo Vitor e Caio Cézar, que quase marca em belo chute, defendido por Diego Cavalieri.

Quando o Madureira era evidentemente mehor em campo, contudo, os visitantes 'acharam' seu gol. Com o quarteto formado por Thiago Neves, Lanzini, Rafael Sobis e Rafael Moura um pouco fora de sintonia, coube ao volante Edinho iniciar o lance. O camisa 5 arrancou, bateu forte e a bola explodiu na trave esquerda de Márcio. Na sobra, Rafael Moura encontrou Lanzini, que, de cabeça, tirou o zero do placar de Conselheiro Galvão.

A partir daí, o Flu se arrumou em campo, ditou o ritmo do jogo e se impôs ao adversário, que, apesar da grande inferioridade técnica, foi um time muito dedicado. Este domínio, entretanto, não se traduziu em boas jogadas ou oportunidades criadas. Sem a criação de tramas ofensivas, Thiago Neves resolveu arriscar por conta própria. De canhota, o apoiador acertou um bonito chute que parou no cantinho esquerdo do goleiro rival.

Na etapa final, o Madureira adiantou um pouco mais suas linhas, o que deu alguns espaços a mais ao Fluminense. Em comparação à primeira metade de partida, o segundo tempo foi ligeiramente melhor jogado e movimentado, com ambas as equipes chegando mais vezes ao gol adversário, a despeito do estado ruim do gramado.

O Madureira teve maior presença no campo do Fluminense, mas faltou maior precisão nas conclusões, em especial em lances de Maciel e Paulo Vitor. Diante de um Fluminense satisfeito com a vantagem construída, os donos da casa diminuíram o placar. Após cruzamento de Leandro, Zé Carlos de cabeça, assustou o Flu. O gol injetou ânimo no Madureira, que sufocou insistentemente o adversário nos minutos finais.

Com o apito final, alívio no Flu e todas as atenções voltadas para o jogo diante do Boca Juniors, quarta-feira, válido pela Copa Libertadores.

Pela última rodada da Taça Rio, domingo, o Fluminense encara o Olaria em Volta Redonda, enquanto o Madureira visita o Duque de Caxias.

FICHA TÉCNICA

MADUREIRA 1 X 2 FLUMINENSE

Local: Conselheiro Galvão, Rio de Janeiro (RJ)
Data-Hora: 07/4/2012 - 15h45 (de Brasília)
Árbitro: William de Souza Nery
Auxiliares: Dibert Pedrosa Moisés e João Luiz Coelho de Albuquerque

MADUREIRA: Márcio, Wellington Júnior, Thiago Medeiros, Zé Carlos e Zeca; Gilson, Caio Cezar (Rodrigo, intervalo), Paulo Vitor (Leandro Cruz, 25'/2ºT) e Alex Silva; Maciel e Jairo (Dinei, 13'/2ºT) - Técnico: Gabriel Vieira.

FLUMINENSE: Diego Cavalieri, Bruno, Leandro Euzébio (Gum, intervalo), Anderson e Carlinhos; Edinho (Jean, 34'/2ºT), Diguinho, Lanzini (Wagner, 23'/2ºT) e Thiago Neves; Rafael Sobis e Rafael Moura - Técnico: Abel Braga.

Renda/público: -
Cartões amarelos: Zé Carlos (MAD); Jean (FLU)
Cartões vermelhos: -
GOLS: Lanzini, 20'/1ºT (0-1); Thiago Neves, 43'/1ºT (0-2), Zé Carlos, 41'/2ºT (1-2)