Publicidade
Esportes
Craque

Gabriel antecipa a festa, e o Brasil está na final da Copa do Mundo de Futsal

Com uma poderosa canhota, ele marcou duas vezes e ainda contribuiu com o terceiro para derrubar a Colômbia em um triunfo por 3 a 1, e assegurando sua equipe em mais uma final 16/11/2012 às 10:09
Show 1
Gabriel do Brasil comemora depois de marcar seu primeiro gol durante o Mundial de Futsal da FIFA
FIFA.com ---

Um dia antes de seu aniversário de 32 anos, Gabriel foi quem deu um grande presente para Seleção Brasileira. Com uma poderosa canhota, ele marcou duas vezes e ainda contribuiu com o terceiro para derrubar a Colômbia em um triunfo por 3 a 1, e assegurando sua equipe em mais uma final da Copa do Mundo de Futsal da FIFA Tailândia 2012. 

Depois de um gol-relâmpago marcado no Huamark Indoor Stadium, em Bangcoc, os atuais campeões mundiais tiveram dificuldades diante de uma forte defesa no primeiro tempo, cederam o empate, mas contaram com uma jornada inspirada do ala, um gaúcho de Pelotas. 

Desta forma, o Mundial de Futsal da FIFA tem uma decisão entre brasileiros e espanhóis pela quarta vez na história, repetindo o que aconteceu em Espanha 1996, Guatemala 2000 e Brasil 2008, com o time sul-americano vencendo o primeiro confronto e o terceiro.

A Seleção começou a partia com um bombardeio para cima dos adversários, forçando o goleiro Juan Lozano a fazer duas grandes defesas em menos de 35 segundos. Como se já não fosse pressão suficiente, aos 41 segundos saiu o primeiro gol de Gabriel, completando um cruzamento curto com um forte chute com sua potente perna esquerda. Foi o segundo gol mais rápido do torneio. 

O problema é que, a partir daí, embora os campeões mundiais tenham dominado a posse de bola, sua produção acabou caindo bastante, em mérito do sistema defensivo da Colômbia e do goleiro Lozano, que fez um grande torneio.  

Em contra-ataques, os habilidosos colombianos também levavam perigo e conseguiram o empate aos 19 minutos. Yeisson Fonnegra puxou a bola com velocidade e serviu a Jhonathan Toro na medida. Ele bateu de esquerda, cruzado, e superou Tiago. 

No segundo tempo, com Falcão em quadra e mais movimentação, a Seleção, enfim, conseguiu se desgarrar no placar. O segundo gol de Gabriel saiu aos 27, com uma bomba na ala esquerda que o goleiro Lozano dessa vez nem bem conseguiu ver, estufando a rede. 

Pouco depois, aos 28, agora pela direita, Gabriel viu o companheiro Vinícius cortar por dentro sem a bola e fez o cruzamento. O mesmo Jhonathan Toro acabou fazendo o desvio de cabeça e acertou o próprio gol. Com 3 a 1,a Seleção tinha mais tranquilidade, enfim, e pôde administrar o confronto com um adversário muito aguerrido e que fez jus a sua campanha surpreendente, chegando a uma semifinal da Copa do Mundo de Futsal da FIFA logo em sua primeira participação.