Publicidade
Esportes
Craque

‘Gancho’ no chefão: investigado, Blatter recebe suspensão provisória da presidência da Fifa

Comitê de Ética da entidade suspendeu o mandatário, que está sendo investigado por má administração e apropriação indébita. Os candidatos à presidência da Fifa, Michel Platini e Chung Moon-Joon, também podem ser punidos    07/10/2015 às 15:03
Show 1
Blatter recebe suspensão de 90 dias do Comitê de ética da Fifa.
ACRITICA.COM Manaus (AM)

O Comitê de Ética da Fifa suspendeu, provisoriamente, nesta quarta-feira (7), o presidente da entidade, Joseph Blatter. O “gancho” de 90 dias é em decorrência das investigações sobre má administração e apropriação indébita pela Justiça suíça. A decisão foi divulgada pelo conselheiro pessoal de Blatter, Klaus Stoehlker, em entrevista a Sky Sports.

“O que nós sabemos é que foi dito ao presidente Blatter que ele poderia ser suspenso por 90 dias. O Comitê de Ética não tomou qualquer decisão-chave, eles estão esperando por mais investigações. Não há culpa impugnada”, revelou Stoehlker.

O Comitê de Ética da Fifa está reunido desde o início da semana em Zurique, na Suíça, e deve explicar a suspensão na próxima sexta-feira (10). Michel Platini e Chung Moon-Joon, candidatos à sucessão da presidência da entidade na vaga de Blatter, também podem ser punidos.

A suspensão provisória de 90 dias é a mais pesada que o Comitê de Ética pode aplicar enquanto há uma investigação dentro da Fifa em andamento. Hans Joachim Eckert, o presidente desta câmara, é quem ratificará ou não a decisão dos colegiados provavelmente na próxima sexta.

Blatter, de 79 anos, é investigado por dois acordos supostamente excusos. Um com Jack Warner, ex-presidente da Concacaf, pela venda dos direitos de TV da Copa do Mundo de 2006. O outro é com o francês Michel Platini pela consultoria do ex-jogador em seu primeiro mandato entre 1998 a 2002.