Publicidade
Esportes
Craque

Gauchão: primeiro Gre-Nal termina igual e decisão fica pro Beira-Rio

Grêmio e Internacional terminaram a primeira final do Campeonato Gaúcho em 0 a 0 e taça será decidida no próximo domingo (3). Mesmo com um jogador a mais, o Colorado não conseguiu abrir vantagem sobre o Tricolor 26/04/2015 às 17:59
Show 1
O primeiro Gre-Nal decisivo do Gauchão terminou empatado.
ACRITICA.COM Manaus (AM)

O primeiro Gre-Nal da final do Gauchão acabou empatado sem gols na tarde deste domingo (26), na Arena Grêmio. O Internacional dominou a partida no segundo tempo, quando teve um jogador a mais a partir da expulsão de Geromel. Na finalíssima do próximo domingo (3), no Beira-Rio, quem vencer ergue a taça, empate sem gols leva decisão do título para os pênaltis, empate com gols é favorável ao Tricolor.

O técnico Diego Aguirre escalou o time praticamente com força máxima. Apenas Juan e Jorge Henrique ficaram de fora da partida, com Nicolás Freita e Alan Costa sendo as novidades entre os titulares. Quando a bola rolou, o que se viu foi um clássico eletrizante, com ambos os times buscando o campo de ataque. O ímpeto ofensivo, porém, não significou chances reais de gol, uma vez os demasiados erros de passes prejudicavam a conclusão das jogadas.

Aos 16 minutos, Maicon, no segundo poste, chutou por cima do gol de Alisson o cruzamento de Marcelo Oliveira que veio da esquerda. Aos 24min, a resposta colorada: Nilmar fez jogada sensacional, passando por três adversários com dribles curtos, mas acabou sendo desarmado quando invadiu a área. Eduardo Sasha ainda finalizou à direita de Marceo Grohe, mas o lance já estava anulado por impedimento.

A partir dos 30 minutos, o duelo ficou truncado, com muitas faltas. Aos 37min, Matias Rodriguez fez lançamento e Douglas, de dentro da área, chutou próximo à trave esquerda. Um minuto depois, William chutou cruzado do lado direito e a bola passou pela frente do gol gremista, com perigo.

Inter perto de marcar no 2º tempo

O segundo tempo começou com Inter e Grêmio mantendo a postura ofensiva. A diferença em relação aos 45 minutos iniciais foi que as oportunidades de gol apareceram com mais frequência. Aos 2 minutos, Eduardo Sasha avançou pela direita e chutou para a defesa segura de Marcelo Grohe.


Aos 12 minutos, em rápido contra-ataque, D'Alessandro disparou chute frontal que Grohe salvou com boa defesa. O rival ameaçou aos 15 minutos, em forte chute de fora da área que passou por cima do travessão.

Aos 17, Valdívia – que havia entrado no lugar de Nicolás Freitas no intervalo – partiu para cima de Geromel e foi derrubado nas proximidades da meia-lua. O zagueiro recebeu o segundo cartão amarelo e foi expulso. Aránguiz cobrou a falta, mas a bola ganhou muita elevação e saiu pela linha de fundo.

Com a vantagem numérica, o Colorado esmagou o Grêmio dentro do seu campo de defesa, que tentava escapar somente na base do contra-ataque. Com posse de bola superior e eficiente troca de passes, a equipe de Diego Aguirre controlava a partida e criava chances claras de gol.

Aos 24 minutos, D'Alessandro bateu escanteio e Valdívia saltou alto para cabecear para a defesa em dois tempos do goleiro tricolor. No lance seguinte, Grohe operou milagre, ao impedir que o chute à queima-roupa de Eduardo Sasha abrisse o placar na Arena. Aos 35min, Nilmar fez excelente tabela com Aránguiz e soltou uma bomba que passou rente à trave esquerda.

O Inter pressionou até o apito final, mas a primeira final do Gauchão acabou sem gol, com tudo ficando para a decisão no Beira-Rio.

Ficha técnica:

Grêmio: Marcelo Grohe; Matias Rodriguez, Geromel, Rhodolfo e Marcelo Oliveira; Fellipe Bastos, Maicon (Walace), Giuliano e Douglas (Cristian Rodriguez); Luan; e Braian Rodriguez (Erazo). Técnico Luiz Felipe Scolari.

Internacional: Alisson, William, Alan Costa, Ernando e Geferson; Nicolás Freitas (Valdívia, no intervalo), Rodrigo Dourado, Aránguiz e D'Alessandro (Anderson, aos 34min do 2º tempo); Eduardo Sasha (Rafael Moura, aos 40min do 2º tempo) e Nilmar; Técnico: Diego Aguirre.

Cartões amarelos: Maicon, Geromel, Braian Rodriguez, Marcelo Grohe (G); Nicolás Freitas, Aránguiz, Alisson, William, Valdívia, Geferson (I). Expulsão: Geromel (G).

Arbitragem: Anderson Daronco, auxiliado por José Javiel Silveira e Júlio César Santos.