Publicidade
Esportes
FAVORITOS

Grandes nadadores irão disputar a Travessia Almirante Tamandaré, neste domingo (3)

São 70 nadadores que vão encarar a Travessia do Rio Negro, entre eles, algumas feras conhecidas. 02/12/2017 às 21:33 - Atualizado em 03/12/2017 às 00:42
Show sas19415  4
Yuri Sasai, do Amazonas, foi a vencedora da prova no ano passado. Este ano, ela treinou ainda mais, e quer melhorar sua marca. (Fotos: EYSasai)
Jéssica Santos Manaus (AM)

Allan do Carmo e Catarina Ganzeli, grandes nomes da maratona aquática brasileira, farão a Almirante Tamandaré, e são favoritíssimos a cruzar a linha de chegada nos primeiros lugares. Allan, que é atleta da Seleção brasileira e da Marinha, venceu a Almirante Tamandaré 10 anos atrás e, no ano passado, foi o campeão da prova de 3km do Rio Negro Challenge. Já Catarina, atleta da Unisanta e que também representou a Seleção este ano, venceu os 3 km na 1ª edição do evento em 2017. Será bem difícil alguém tirar o primeiro lugar dessas feras na Almirante Tamandaré, mas há nadadores de Manaus que também não estão para brincadeira. É o caso da vencedora do ano passado, Yuri Sasai, que aos 46 anos, se tornou a nadadora com maior idade a vencer a prova.

“Vencer a Travessia foi uma surpresa muito boa, que vai ficar guardada para sempre na minha lembrança, pois, independente da idade, se você quiser alcançar um objetivo, basta ter muita determinação, dedicação, amor e força de vontade, que um belo dia você consegue”, destaca Yuri, que acredita que isso pode ficar como exemplo para as crianças e jovens que estão iniciando no esporte.

A vitória de Yuri veio logo na sua estreia na Almirante e, este ano, ela vai nadar com um novo objetivo. “Espero fazer um tempo melhor do que no ano passado, usando mais a técnica para ter um nado eficiente, e finalizar bem a prova”, destaca.

Felipe Ribeiro, 19, é o atleta do Amazonas mais cotado para chegar na frente na Tamandaré. “Quero superar os meus limites, pois nunca nadei competitivamente 8.5km, e espero poder representar bem o meu clube e todos aqueles que acreditam em mim”, disse o nadador.

Apesar de ser a estreia de Felipe na Travessia praia a praia, o nadador já foi campeão da Almirante Tamandaré na categoria Infanto-juvenil, em 2012, e campeão geral, em 2013, então tem experiência de sobra, e prefere nem pensar muito na competição para não bater o nervosismo.

“Ainda não pensei numa estratégia. Só vou e nado, pois, quando eu penso muito, acabo ficando nervoso, e minha prova não é boa”, destaca Felipe.