Publicidade
Esportes
Craque

Grêmio goleia Figueirense em Florianópolis

Tricolor fez 4 a 2 fora de casa e foca no Gre-Nal de domingo 25/11/2012 às 21:20
Show 1
Grêmio fez 4 a 2 fora de casa e foca no Gre-Nal de domingo
Oficial Grêmio ---

Na tarde deste domingo, a torcida gremista invadiu Florianópolis e teve papel fundamental na goleada do Tricolor sobre o Figueirense pelo placar de 4 a 2, em jogo válido pela penúltima rodada do Campeonato Brasileiro. Mostrando muita qualidade, o Grêmio abriu 3 a 0 de vantagem no primeiro tempo, com gols de Elano, Zé Roberto e Souza. Na etapa final, o Tricolor relaxou e os donos da casa descontaram perigosamente para 3 a 2. Mas o Grêmio impediu a reação catarinense, e Leandro marcou o quarto, decretando a vitória e a manutenção da segunda colocação na tabela, um ponto à frente do Atlético MG.


PRIMEIRO TEMPO:
O jogo começou morno. Com as duas equipes se estudando.

De sangue doce e repleto de jovens, o Figueirense foi pra cima, sem nada a perder.
Só o jogo.

Foi o Grêmio quem criou a primeira grande chance, aos 21 minutos: no contra-ataque, Zé Roberto dominou com categoria e fez um passe perfeito, por cima da zaga, encontrando Leandro, livre. Ele invadiu com a bola dominada pela direita, mas perdeu a chance na saída do goleiro. Tiago Volpi fechou o ângulo e fez a defesa com o corpo evitando o primeiro gol gremista.

Era um sinal do que viria em seguida.

Dois minutos depois, Zé Roberto mais uma vez iniciou a jogada que caiu nos pés de Elano, na entrada da área. Ele dominou com categoria, ajeitou o corpo e mandou colocado, por cobertura, no canto esquerdo de Volpi, que não alcançou! Golaço!
Grêmio 1 a 0!

Aos 29 minutos, Aloísio recebeu na frente da área e abriu espaço para chutar. A conclusão foi sem força e ficou fácil para Marcelo Grohe.

Três minutos depois, o Tricolor chegou forte outra vez pela esquerda. Leandro tabelou com Elano, entrou na área e chutou sem ângulo. Tiago Volpi defendeu no susto, com o braço esquerdo.

No minuto 40, Aloísio sofreu falta ao lado da área, pela esquerda. Léo cobrou em curva, direto, buscando o ângulo esquerdo de Marcelo Grohe, que fez grande defesa no alto, dividindo com o atacante catarinense.

O Tricolor respondeu dois minutos chegando ao segundo gol: Elano cobrou escanteio da direita, na pequena área. A zaga afastou parcialmente, pra entrada da área. Zé Roberto veio de trás, com gana, e soltou a bomba, rasteiro. Tiago Volpi chegou a tocar na bola, mas não evitou que ela passasse! Golaço de Zé Roberto!
Grêmio 2 a 0!

Mesmo com a boa vantagem, o Tricolor não parou por aí e foi em busca do terceiro ainda no primeiro tempo: aos 45, Léo Gago fez jogada individual pela esquerda. Cortou o marcador no bico da grande área e rolou para André Lima, que vinha de trás. O Guerreiro Imortal pegou de primeira e acertou o travessão! Que lance!

Mas aos 47 minutos, Elano, outra vez, cobrou escanteio da direita, com perfeição. Souza se antecipou à zaga, no primeiro pau, e deu um testaço matador, no ângulo esquerdo! Golaço!
Grêmio 3 a 0!

O Tricolor obteve uma grande vantagem nos primeiros 45 minutos.

SEGUNDO TEMPO:
O Grêmio voltou para etapa final com Marco Antonio no lugar de Fernando, que já tinha cartão amarelo.

Com a vantagem, o Tricolor tratou de tocar a bola e administrar o resultado.

Os donos da casa aproveitaram o relaxamento gremista e descontaram com perigo.

Aloísio marcou duas vezes, na sequência: aos 19 de pênalti e aos 23, pegando rebote de uma cobrança de falta na barreira.

A pequena torcida do Figueirense se animou projetando uma virada histórica para animar o final de ano da equipe catarinense já rebaixada.

Porém, aos 25 minutos, o Tricolor reagiu e acabou com a reação do Figueira: Elano recebeu na esquerda, na intermediária, e com grande visão fez a virada de jogo para outro lado, onde Leandro entrava livre. O jovem gremista esperou a bola cair e pegou de primeira, uma bomba, no ângulo, fazendo um golaço e trazendo a tranquilidade de volta!
Grêmio 4 a 2!

Na sequência, Luxemburgo realizou as duas últimas modificações na equipe: primeiro entrou Marquinhos no lugar de Elano e depois Anderson Pico na vaga de André Lima.

Aos 30 minutos, Leandro recebeu longo lançamento na direita. Ao lado da área, fez o passe perfeito buscando Zé Roberto, na meia lua da grande área, mas o capitão gremista não pegou bem na bola desta vez, ela saiu à direita, sem perigo.

O jogo se encaminhou sem maiores incidência até o final com o Tricolor administrando o resultado e garantindo a grande vitória que mantém o time na segunda colocação, um ponto na frente do Atlético MG, que venceu o Botafogo no Engenhão.

Agora tudo é Gre-Nal
No próximo domingo, o clássico marca a despedida do Olímpico, o final do Campeonato e a chance do Tricolor garantir a vaga na fase de grupos da Libertadores.