Publicidade
Esportes
Craque

Há dois meses sem vencer em casa, Penarol quer se redimir contra o Princesa, hoje

Empurrado pela torcida, o Penarol enfrenta o Princesa do Solimões hoje, no estádio Floro de Mendonça, em Itacoatiara, às 16h, em um “jogo de seis pontos”, como definiu o auxiliar técnico do Penarol, Igor Cearense 29/04/2015 às 09:13
Show 1
A última vitória em casa do Penarol foi no dia 11 de março, contra o Operário
Felipe de Paula Manaus (AM)

Empurrado pela torcida, o Penarol enfrenta o Princesa do Solimões hoje, no estádio Floro de Mendonça, em Itacoatiara, às 16h, em um “jogo de seis pontos”, como definiu o auxiliar técnico do Penarol, Igor Cearense. 

É que, em quarto lugar na tabela com 20 pontos, o Leão da Velha Serpa tem três pontos de diferença para o Princesa. Se vencer, o Penarol sobe uma posição e cola no Tubarão, mas só assume o segundo posto na tabela se ganhar por 4 gols de diferença do time da Terra da Ciranda em função do saldo de gols inferior.

Por outro lado, se perder, o time de Manacapuru abre uma distância de seis pontos do Penarol. Com os dois times estão na briga direta pelas quatro vagas do G4 a sete rodadas do fim do returno e início da fase eliminatória, a expectativa é de um jogo disputado no Floro de Mendonça. Vale lembrar que a última vitória do Penarol em casa foi há mais de dois meses: no dia 11 de março, contra o Operário.

Para o jogo de hoje, o Penarol não conta com o volante Célio, suspenso com três amarelos. Porém o time ganha o retorno do também volante e capitão Thompson, recuperado de lesão na coxa. Assim, a vaga de Kitó, que substituía o jogador, tem vaga garantida no time titular, já que agora deve preencher a vaga de Célio.

Outro desfalque é o do lateral direito Sandro, entregue ao departamento médico do clube. Segundo o auxiliar Igor Cearense, o técnico Marquinhos Piter só tem dúvida para esta posição. “A dúvida é se improvisamos o zagueiro Alex na lateral ou trabalhamos com um ala”, disse Igor. “Não é mais um jogo só. É uma partida muito de seis pontos. Se vencer, o Princesa dispara”, dis ele, que prevê um “jogo da vida” no Floro de Mendonça.

“O Princesa vem muito bem na competição. Temos muito respeito, mas não temos medo”, diz ele, indicando que o time não deve se fechar diante do Princesa, que tem o terceiro melhor ataque da competição e o vice-artilherio, Edinho Canutama, com oito gols.


Princesa

O atacante do Tubarão, que fez o dois gols do Princesa no último jogo, contra o São Raimundo, está com sede de gol. “A gente tem que correr atrás do objetivo, que é a vitória, mas se aparecer a chance, tem que botar pra dentro”, disse ele.

O Princesa vem a campo sem o lateral Emerson, lesionado. Ley, que vinha jogando improvisado de volante volta à posição original na lateral. Baé, que cobriu a suspensão de Gilson na zaga, também volta, já que o time também ganha o retorno do zagueiro.