Publicidade
Esportes
Craque

Holanda vem para o Amazonense com um time bem caseiro

Holanda estreia contra o Penarol, que conquistou os dois últimos títulos do Amazonense. Jogo será nO Estádio Floro de Mendonça, em Itacoatiara 25/01/2012 às 17:16
Show 1
Ex- jogador do São Raimundo e Nacional, Alberto comanda o Holanda
Emanuel Mendes Siqueira Manaus (AM)

Na terra da laranja, plantar hoje para colher amanhã não é mero trocadilho. É filosofia de trabalho mesmo! Pelo menos é o que garante ao MANAUS HOJE Alberto Silva, 41, comandante do Holanda no Estadual de 2012. “Estamos formando um time com jogadores do Rio Preto da Eva, atletas revelados no Curumim, alguns de Manaus e outros de fora.

O objetivo é dar oportunidade aos jogadores da terra, pensando no futuro”, avisou Alberto, que ontem de manhã dirigiu mais um treino no Instituto Adventista Agroindustrial, perto da entrada do Rio Preto da Eva.

Depois de conseguir o acesso à elite do Amazonense no ano passado, a Laranja Mecânica recomeça do zero após fazer história (veja matéria à esquerda). “A média de idade do nosso elenco é de 21 anos, sem dúvida, uma das menores da competição”, ressaltou Alberto, famoso pelas glórias no São Raimundo.

O primeiro teste será neste domingo, às 15h30, no Floro de Mendonça, contra o atual bicampeão estadual. O grupo não está fechado, pois a temporada de testes de atletas segue a todo vapor.

Entre os jogadores da terra, destaca-se o volante Drawlid, de 20 anos. A jovem aposta de Alberto é exemplo de atletas que não tinham muitas chances nos grandes da capital. O volante brilhou no Peladinho pelo 3B, jogou a Copa São Paulo de Juniores pelo Nacional, além de ter atuado pelo Atlético-MG. Só o tempo provará que a Laranja caseira é a mais doce.

Confira o elenco do Holanda

GOLEIROS: Douglas, Paul Gerrard e Neto

LATERAIS: Wendell e Natan

ZAGUEIROS:  Derik, Chicão,  Dedimar,  Alexandre e  Rafael, Merizze

VOLANTES: Adessandro,  Alexsandro, Juninho,  Drawlid e Júnior

MEIAS:  Weverton,  Piá,  Jhone e Evanderson

ATACANTES:  Messias,  Maurício,  Ítalo e  Dinho

TÉCNICO: Alberto Silva

Diretoria planeja um CT em Rio Preto da Eva

‘Estamos construindo um CT’ Antonio Lima Paulo Radin, o presidente Sob a presidência de Paulo Radin, o Holanda virou a sensação do futebol brasileiro em apenas dois anos. Em 2007, com direção de Carlos Prata, a Laranja chegou ao título da Série B do Campeonato Amazonense.

Foi o trampolim para a conquista do inédito troféu da Série A do Estadual de 2008, desta vez sob a regência do técnico Marquinhos Bahia. Naquele mesmo ano, o clube jogou a Série C do Brasileirão - o representante amazonense ficou em 27º lugar, entre 63 inscritos. Em 2099, o Holanda disputou a Copa do Brasil, caindo na primeira fase para o Coritiba: 1 a 2, no Vivaldo Lima, e 0 a 3, no Couto Pereira. “Foi uma trajetória meteórica, jamais vista na história do futebol brasileiro”, lembrou o presidente do clube do Rio Preto da Eva, Paulo Radin, de volta ao futebol profissional depois de um período de afastamento.

O retorno à elite é, no entanto, menos ambicioso em relação às glórias obtidas no passado, avisou o dirigente. “Nosso objetivo maior é dar estrutura aos jogadores. Para isso, estamos construindo um CT, com três campos no Rio Preto da Eva. Deve ficar pronto em 2013”. Base no Curumim O profissional será a ponta de um processo que, segundo Radin, começa no Curumim. O clube tem tradição nas categorias de base - foi campeão do Peladinho 2007.