Publicidade
Esportes
Craque

Humildade é o sucesso dos técnicos portugueses, diz Fernando Lage, do Iranduba

O técnico do Iranduba diz que o fato de não ter curriculo como Adinamar Abib e Aderbal Lana, faz com ele, Luis Oliveira e Paulo Morgado trabahe com mais humidade 22/04/2012 às 18:27
Show 1
Fernando Lage, técnico do Iranduba
Carlos Eduardo Souza Manaus (AM)

Primeiro foi Paulo Morgado, que chegou ao Rio Negro no ano passado; depois, Luiz Miguel Oliveira, que veio para o América, passou pelo Iranduba e agora está no São Raimundo; agora, Fernando Lage, que chegou para dirigir o Iranduba.

Morgado está classificado com o Fast Clube, Luis Oliveira, com o São Raimundo e Lage depende de uma vitória para levar o debutante Iranduba às semifinais do segundo turno do Amazonense.

Depois do jogo com o Penarol, quando o venceu o Penarol por 2 a 0, em pleno Estádio Floro de Mendonça, Fernando Lage disse que a humildade é o sucesso dos treinadores portugueses que hoje trabalham no Amazonas.

“Nós não temos o currículo que os treinadores daqui têm, mas somos humildes e trabalhamos com o grupo. Também priorizamos a parte tática. Quando o time obedece conseguimos os resultados”, disse Fernando Lage.

O treinador do Iranduba afirmou que o Iranduba pode até se classificar, mas está ciente das dificuldades, pois, mesmo vencendo o Fast Clube, se houver uma vitória do Holanda e Rio Negro, contra o Penarol e Operário, respectivamente, o Iranduba fica fora.

“Vamos trabalhar para vencer. O que vai acontecer nos outros jogos só vai interessar depois da partida. Sabemos que é difícil porque temos que passar por um dos melhores time do Amazonas, que é o Fast. Mas acredito que vamos ser premiados”, afirmou.

Lage também destacou a união dos jogadores do Iranduba, que, mesmo sem o meia Rafael e o atacante Juan, conseguiu a vitória contra o Panarol.

“Jogamos sem jogadores importantes, mas, mesmo assim conseguimos vencer o Penarol. Nosso time é forte e tem peças de reposição”, disse.

O time parece mesmo predestinado a chegar às semifinais do Amazonense e tudo está favor. O jogo contra o Fast, na última rodada, que seria fora do Estádio Álvaro Maranhão, está confirmado na casa do Iranduba, porque time foi absolvido no TJD/AM. A partida, assim como os demais jogos, está marcada para as 15h30.