Publicidade
Esportes
Craque

Igrejas usam o esporte para evangelizar

A arquidiocese de Manaus vai realizar uma corrida de rua no próximo domingo, na Ponta Negra. E a Presbiteriana formou o grupo Pedalada.com Jesus 19/07/2012 às 12:05
Show 1
Grupo da Igreja Presbiteriana - pedalada.com Jesus
Lorenna Serrão Manaus

A cada dia que passa mais pessoas se rendem a pratica dos exercícios físicos, seja para manter a forma ou simplesmente para quebrar a rotina. A prova de que esta nova “moda” veio para ficar é que até as igrejas resolveram entrar na onda e agora organizam eventos esportivos para evangelizar.

No próximo domingo (22), as arquidioceses do Brasil vão realizar uma corrida de rua, que vai marcar a contagem regressiva de um ano para a Jornada Mundial da Juventude Rio 2013. Em Manaus, a disputa, intitulada,Bote Fé na Vida, que visa integrar esportes e evangelização, acontecerá na Ponta Negra, Zona Oeste, com concentração a partir das 16h e largada às 17h. Segundo o assessor da arquidiocese da capital Amazonense, Edney Mendonça, o evento vai mostrar que é preciso cuidar do corpo e do espírito.

“Os jovens atuais têm uma boa proximidade com o esporte e foi pensando nisso que a Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), resolveu organizar esta corrida, que tem como objetivo mostrar que é importante cuidar do físico, mas que também não podemos esquecer de cuidar da alma”, comentou Mendonça.

A igreja católica não é a única a “usar” o esporte para evangelizar. A Presbiteriana de Manaus também aderiu a pratica. Há cinco meses três fieis de juntaram ao grupo Pedala.Manaus em busca de uma qualidade de vida melhor . De acordo com Fabrício Pinheiro, um dos membros, eles gostaram tanto que fundaram a equipe Pedalada.com Jesus.

“O grupo agora conta com 15 pessoas e nós pedalamos praticamente todos os dias na Ponta Negra, com exceção das quartas-feiras quando atravessamos a ponte Rio Negro”, comentou.

Ainda segundo Pinheiro, o grupo, que também faz trilhas, ainda não participou de nenhum tipo de competição.

“Nosso intuito é evangelizar e por isso aproveitamos as pedaladas lentas para conversar e falar sobre Jesus. Mas não descartamos a ideia de participar de um torneio, quando o nosso condicionamento físico for melhor”, finalizou.