Publicidade
Esportes
Craque

Internacional vira sobre Caxias e é campeão gaúcho

Time sai perdendo na etapa inicial, perde pênalti mas vence por 2 a 1 e é se sagra campeão neste domingo 13/05/2012 às 17:33
Show 1
Leandro Damião, do Internacional, comemora após marcar gol diante do Caxias, durante partida válida pela final do Campeonato Gaúcho,
Lance ---

Na base da raça e da recuperação. Após um primeiro tempo irreconhecível, o Internacional derrotou o Caxias por 2 a 1, de virada, no Beira-Rio, e sagrou-se campeão gaúcho de 2012 neste domingo. Sandro Silva e Leandro Damião deram o título estadual ao colorado, com gols no segundo tempo, depois de Michel abrir o marcador para os grenás na etapa inicial.

BOLA PARADA É FATAL NOVAMENTE

O colorado começou o jogo em ritmo lento, priorizando a posse de bola. Em vez de um time recuado, recebeu como resposta uma equipe que jogou de igual para igual e foi incisiva graças a um jogador: Wangler. Ousado, o meia encontrou espaços no lado esquerdo do Inter, avançou com perigo e obrigou Muriel a cair no pé da trave para evitar o gol.

Sem qualidade na troca de passes, pela partida fraca de Dátolo e Tinga, o colorado arriscava em cruzamentos e jogadas de bola parada. Nas duas tentativas claras, Oscar obrigou Paulo Sérgio a defender. Enquanto o time da casa abusava das ligações diretas, o Grená chegava em troca de passes com Caion, Vanderlei e em excelente primeiro tempo de Wangler.

E em uma cobrança de escanteio de Wangler, o Caxias encontrou seu gol. Vanderlei desviou no meio do caminho e Michel, livre, mandou para a rede: 1 a 0 Caxias, aos 26. O sabor da eliminação contra o Fluminense veio em dobro: o gol veio em bola parada, assim como nos jogos da Libertadores. A torcida não poupou jogadores, e concentrou as vaias em Dátolo. Wangler ainda obrigou Muriel a se esticar para evitar o segundo gol.

D'ALE E DAGOL ENTRAM, E TIME VIRA

- O time está cruzando muito. É hora de vir com a bola no chão - disse Leandro Damião, na volta para o segundo tempo.

O Internacional voltou com duas mudanças: D'Alessandro e Dagoberto entraram nos lugares de Tinga e Dátolo, respectivamente. E o Internacional voltou com outro ímpeto. Logo aos seis minutos, Oscar recebeu passe de D'Alessandro e foi derrubado dentro da área por Lacerda. Pênalti. Mas, na cobrança, Paulo Sérgio defendeu cobrança de Nei.

Na base do 'abafa', o colorado avançou. Paulo Sérgio parecia se consagrar ao impedir chances de Leandro Damião, Rodrigo Moledo e Oscar. Acuado, o Caxias não atuava mais de igual para igual como no primeiro tempo.

E, depois de tantas tentativas, um jogador que se tornou sinônimo de raça iniciou a virada do Internacional: Sandro Silva. Depois de bela jogada de Oscar na direita, Leandro Damião dividiu com um zagueiro grená. A bola sobrou para o volante que, depois de limpar a área, fuzilou para a rede: 1 a 1, aos 21 minutos.

Por cinco minutos, a partida iria para os pênaltis. Até Fabrício fazer cruzamento primoroso e encontrar Leandro Damião na área. O camisa 9, mais uma vez, foi decisivo em uma cabeçada. Paulo Sérgio, até o momento herói, ainda tocou na bola, mas não evitou a virada para 2 a 1, aos 26.

O jogo passou a ficar mais violento, com o árbitro Márcio Chagas da Silva distribuindo cartões amarelos. O Internacional ainda perdeu chances com Oscar e D'Alessandro, e viu Leandro Damião mandar para fora uma chance frente a frente com o goleiro. O desperdício ia custar caro, se Wangler tivesse acertado chute no último minuto. Mas Muriel impediu providencialmente, e fez com que a taça do Gauchão ganhasse o tom colorado do Internacional.

FICHA TÉCNICA

INTERNACIONAL 2x1 CAXIAS

Local: Beira-Rio, em Porto Alegre (RS).

Data / Hora: 13/05/12 - 16h (de Brasília).

Renda / Público: não divulgados

Árbitro: Márcio Chagas da Silva (RS).

Auxiliares: Altemir Haussman (Fifa-RS) e Marcelo Barison (RS).

Cartões amarelos: Fabrício, Guiñazu, D'Alessandro, Nei, Leandro Damião (Internacional), Mateus, Lacerda, Michel, Caion, Umberto, Rafael Santiago (Caxias)

Gols: Michel (0-1), 26/1T, Sandro Silva, 21/2T (1-1), Leandro Damião, 27/2T (2-1)

INTERNACIONAL: Muriel; Nei, Rodrigo Moledo, Índio e Fabrício; Sandro Silva, Guiñazu, Tinga (D'Alessandro, intervalo), Oscar e Dátolo (Dagoberto, intervalo); Leandro Damião. Técnico: Dorival Júnior.

CAXIAS: Paulo Sérgio; Michel, Lacerda, Jean e Fabinho; Umberto (Marcos Paulo, 39/2T), Mateus, Paraná (Alison, 12/2T) e Wangler; Vanderlei (Rafael Santiago, 32/2T) e Caion. Técnico: Mauro Ovelha.