Publicidade
Esportes
Craque

Iranduba (AM) e São Raimundo fazem o jogo de volta da semifinal nesta quarta

No primeiro confronto as equipes ficaram no 0 a 0, mas hoje a história é bem diferente. Os times têm 90 minutos ou pênaltis para definir quem irá enfrentar o Fast Clube na final 09/05/2012 às 17:13
Show 1
Primeiro confronto entre São Raimundo e Iranduba foi marcado pelo jogo truncado
Paulo Ricardo Oliveira Manaus

São Raimundo x Iranduba fazem o segundo confronto por uma vaga na final de returno do estadual de 2012, nesta quarta-feira (09), 20h, no Clube do Trabalhador (Sesi),  com motivações distintas. O Tufão tenta voltar a reviver uma época de ouro em que disputar títulos era como calçar a chuteira. Nesse tempo, o primeiro nome que vem à memória é o do artilheiro Delmo, hoje no comando das categorias de base do clube.  Já o Iranduba vai para o jogo com a gana de um menino na busca por uma conquista inédita.

Na tática, a partida pode ser considerada um jogo de xadrez com pedras conhecidas: De um lado, o técnico Luis Miguel Oliveira apostas todas as fichas na dupla de ataque Washington e Clailson, orientados a liquidar a fatura logo no início, esperando passes na frente do habilidoso meia Gabriel, ou cruzamentos dos alas Felipe Cristiano e Fiti.

Do lado oposto, pode-se esperar a mesma forma tática de jogo, talvez com um pouco mais de cautela a pedido do técnico Fernando Lage. Israel Mineiro e Juan comandam o ataque. Rafael Iranduba é o homem de criação no meio de campo e os laterais Bodão e Fabrício serão bastante exigidos taticamente.

“Acho que vai ser um jogo bom, pois trata-se de duas equipes que gostam de tocar a bola”, prevê Lage, que não vai contar com William Carioca em razão de cartões amarelos. “O time deve jogar com alegria e sem preocupação”, receita o treinador português.

 Para Lage, o importante foi trabalhar com os jogadores o lado psicológico, ou seja, autoestima e confiança do grupo para o jogo decisivo. Fernando, disse que a maioria nasceu e vive na cidade de Iranduba (a 25 quilômetros de Manaus). Isso, segundo ele, ajuda a mexer com o sentimento de bairrismo entre os jogadores irandubenses, muitos dos quais moradores de zonas rurais, a exemplo de Juan, da comunidade do Baixio.

“Esse jogo é importante para nós, que representamos nossa cidade”, afirmou o atacante.

No São Raimundo, o clima é de expectativa e confiança também, embora o atraso de parte do salário de março e do mês de abril ainda não tenha sido quitado. Mas ontem à noite a diretoria do clube esteve no Taj Mahal Hotel, no Centro, para tranquilizar o grupo. A ideia era pagar os jogadores. Conforme o gerente de futebol Claudio Silva, a questão salarial não é motivo para desanimar os jogadores.

“Falta apenas um pequeno valor para completar o salário dos atletas referente ao mês de março. Mas até quinta-feira tudo já estará solucionado. Inclusive, este assunto não está nem sendo comentado pelos jogadores. Nem muito menos isso está sendo causa de desmotivação no elenco”, explicou o dirigente.

Na manhã desta terça-feira (08) na Colina, Luis Miguel comandou um treino recreativo e conversou bastante com os volantes, Paulinho e Adelson. Estes terão a função de ‘roubar a bola’ do Iranduba.

São Raimundo x Iranduba

São Raimundo: Tinho, Felipe Cristiano, Magno, Rondenelli, Junior Bahia e Fiti; Adelson, Paulinho e Gabriel; Washington e Clailson. Técnico Luis Miguel Oliveira

Iranduba: Diego, João Cara de Toco, Bodão, Farias, William e Fabrício; Marcos, Junior e Rafael Iranduba; Israel Mineiro e Juan. Técnico Fernando Lage

 Estádio: Roberto Simonsen (SESI), São José 

Horário 20h 

Árbitro: Reginaldo Vasconcelos Noronha  

Assistentes Paulo Alves de Souza e Jeová Rodrigues dos Santos.