Publicidade
Esportes
Craque

José Aldo se vê como galã de cinema, mas mantém vida simples com metrô e jogo na arquibancada

Há nove anos no Rio de Janeiro, desde que saiu de Manaus para tentar viver do jiu-jitsu, o lutador construiu uma vida sem grandes luxos 17/05/2012 às 08:53
Show 1
José Aldo
Uol/ Esporte ---

José Aldo trocou a infância pobre e as dificuldades no início de carreira pelo sucesso no octógano, os grandes patrocínios e o almejado cinturão do peso-pena no UFC. Agora, está prestes a virar personagem de cinema e admite até que se considera um galã. Mas um dos lutadores brasileiros de maior sucesso no MMA conserva a vida simples que levava antes da fama com hábitos comuns como ir trabalhar de metrô e assistir aos jogos do Flamengo na arquibancada.

Há nove anos no Rio de Janeiro, desde que saiu de Manaus para tentar viver do jiu-jitsu, o lutador construiu uma vida sem grandes luxos. Até hoje dispensa o camarote da presidente do Flamengo Patricia Amorim para torcer pelo seu time junto com as organizadas no estádio.

Além dos jogos do rubro-negro, José Aldo gosta de sair com a esposa Viviane para jantar, comer pizza e ir ao cinema ou encontrar os amigos e colocar o papo em dia. Não gosta de festas ou grandes badalações e prefere ficar em casa assistindo à TV ou jogando videogame.

Assim como boa parte dos cidadãos brasileiros, um de seus principais meios de transporte para ir ao trabalho é o metrô. “Bom dia!!! Depois de pegar o metro lotadão vamos treinar boxe", tuitou certa vez.

Quando está no Rio de Janeiro, também usa uma moto 125 cc para ir do Méier, onda mora na Zona Norte do Rio de Janeiro, ao bairro do Flamengo, Zona Sul da cidade, local de seus treinamentos diários. Apenas agora sua rotina ganhará facilidades porque comprou um imóvel perto do local de trabalho.

“Eu gosto de uma vida simples. Tento manter isso. Meu passatempo preferido é uma boa roda de amigos”, resume, em poucas palavras.

Em sua visão, a única mudança é o aumento do assédio e do reconhecimento nas ruas depois de nocautear o americano Chad Mendes na luta principal do UFC 142, no Rio de Janeiro.

José Aldo só deixa a humildade de lado quando o assunto é o cinema. A vida do lutador vai virar filme que entrará em cartaz no segundo semestre de 2013 ou no início de 2014. E está com a bola cheia. Será interpretado pelo galã Malvino Salvador.

Em sua visão, é o ator ideal. “Tinha que ser um cara bonito como eu para me interpretar, né? Eu sou fã do Malvino, gosto do trabalho dele e o escolhi. Acho que estou bem representado”, brincou.