Publicidade
Esportes
Craque

Largura do campo da Colina deve ser reduzida em Manaus

Após apenas quatro meses de inauguração, o estádio, localizado no bairro do São Raimundo, Zona Oeste de Manaus, terá sua primeira alteração estrutural 17/07/2014 às 10:14
Show 1
Escadarias muito próximas ao gramado da Colina podem representar risco de acidente de jogadores, por isso serão retiradas
Felipe de Paula ---

O Estádio Ismael Benigno, a Colina, no bairro do São Raimundo, Zona Oeste de Manaus, mal completou três meses de inauguração e já teve sua primeira alteração estrutural solicitada pela Fundação Vila Olímpica (FVO), que administra aquele espaço.

A decisão ocorreu em virtude do Laudo Técnico de Segurança, emitido pela Polícia Militar do Amazonas após a partida de reabertura do estádio, com o clássico amistoso entre Sul América e São Raimundo (Galo Preto), no dia 3 de julho.

O motivo é uma escada de ferro que conduz às arquibancadas.

Mal projetada, a estrutura termina a poucos metros do campo de jogo, colocando a segurança dos atletas em risco e deixando de atender às medidas pré-estabelecidas pela CBF.

Segundo o diretor técnico da FVO, Ariovaldo Malízia, a largura do campo da Colina deve ser reduzida em quatro metros (dois em cada lado) para se adaptar às exigências e o trabalho de adaptação - com nova marcação para as linhas laterais - deve começar na manhã desta quinta-feira.

“Há uma medida regulamentar que exige uma área de circulação de cinco metros entre o campo e as placas de publicidade. Não atentaram em fazer isso. Agora vamos ter que adequar, por questão de emergência, e colocar as escadas para o lado”, disse ele.

Ainda segundo Malízia, a solicitação de intervenção do projeto já foi enviada à Secretaria de Infraestrutura do Estado do Amazonas (Seinfra), e o governo não deve custear o ônus da alteração. “Foi erro de projeto, então creio que não tem ônus não”, disse.