Publicidade
Esportes
Craque

Lateral do Nacional afirma que arbitragem do jogo contra o Bahia foi mal-intencionada

Peter reclamou do amarelo recebido e disse que o trio do Espírito Santo prejudicou a classificação do clube amazonense para a segunda fase da Copa do Brasil 16/04/2015 às 23:58
Show 1
Nacional perdeu com gol em situação irregular do Bahia
Anderson Silva Manaus (AM)

Se costumeiramente o Nacional enfrenta 11 jogadores quando vai a campo, na opinião do lateral-direito Peter, o jogo da noite desta quinta-feira (16), contra o Bahia, pela Copa do Brasil, que culminou na eliminação do Nacional, com o gol mal validado da equipe baiana aos 44 minutos do segundo tempo, teve mais o décimo segundo adversário, a arbitragem.

Para o jogador, o trio capixaba formado pelo árbitro Felipe Duarte Varejão e os assistentes Fábio Faustino dos Santos e Carlos Eduardo do Rosário, foram os principais responsáveis pelo resultado de 3 a 2, que eliminou o clube.

“Todo momento ele foi mal-intencionado. Peguei amarelo na lateral e ele disse que eu estava demorando a cobrar, sendo que os jogadores do Bahia faziam a mesma coisa. Tivemos cinco a seis amarelos e o time dele só um. Por um erro grotesco estamos fora da competição”, lamentou o jogador, destacando a boa partida da equipe.

“Fizemos uma viagem estressante e sabíamos que seria um pouco difícil a partida. Nossa equipe entrou bem posicionada, no segundo tempo se acertamos bem, mas o erro da arbitragem prejudicou”, frisou.