Publicidade
Esportes
Craque

Leão já trabalha com longa ausência de Ceni e quer outro goleiro para substituí-lo

O treinador do São Paulo acha que o capitão terá mesmo que passar por cirurgia, já trabalha com o fato de perdê-lo por até meio ano e pensa em outro arqueiro 23/01/2012 às 09:03
Show 1
Leão não acredita que Rogério Ceni irá se recuperar sem fazer intervenção cirúrgica
Uol/ Esporte ---

Pessimista. Por mais que não admita, é assim que o técnico Emerson Leão está em relação à recuperação da lesão no ombro do goleiro Rogério Ceni. O treinador do São Paulo acha que o capitão terá mesmo que passar por cirurgia, já trabalha com o fato de perdê-lo por até meio ano e pensa em outro arqueiro para substituí-lo.
“O doutor está preocupado porque sentiu o que aconteceu com o Rogério. O que aconteceu não foi só por agora, já vem há algum tempo, e é de tanto treinar, como acontece todos os goleiros”.
O doutor citado por Leão é o médico José Sanchez, que declarou neste domingo que Rogério só não foi operado porque pediu para esperarem uma semana com tratamento convencional. O goleiro terá que provar não ser necessária a intervenção cirúrgica para a recuperação do seu estiramento.
“Na hora, o Rogério tinha concordado, mas depois deu um passo atrás. É normal que aconteça que o paciente tenha um pensamento errado. Deixa para a semana que vem, tomara que o pensamento melhore”, explicou Leão, que demonstrou bastante pessimismo ao falar sobre a situação de Rogério Ceni.
“Dois especialistas dizendo alguma coisa, acho difícil reverter, mas ele vai tentar. Hoje [ontem] ele faz 39 anos. Imagine a cabeça de um goleiro famoso, titular por mérito por tantos anos, faz 39 anos e recebe a notícia de que tem que operar e a cirurgia vai deixar de 5 a 6 meses fora. Até cair a ficha vem um desespero. Precisa compor as coisas, o tempo dirá o que é melhor”, explicou o treinador.
Rogério Ceni sentiu o ombro no domingo passado, e desde então não treinou mais com o restante do grupo do São Paulo. Foi diagnosticado um estiramento no local. Se houver cirurgia, a recuperação pode demorar até seis meses. Se for tratamento convencional, o tempo cai para três semanas.
Caso Rogério fique mesmo muito tempo fora, Leão já adiantou que irá pedir outro goleiro para substituí-lo, apesar das boas atuações recentes do reserva Denis. “Não gostaria de responder a essa pergunta. Se responder, praticamente estou dizendo que vai acontecer e que não estou otimista. Estou com os pés no chão vou esperar. Se caso não acontecer, vou pedir sim", declarou Leão.
Posteriormente à coletiva, o treinador disse na TV Gazeta que quer um goleiro jovem, mas rodado, que tenha tido uma base e que venha para ficar "uns dez anos" no São Paulo.