Publicidade
Esportes
Craque

Locutores do Amazonas têm biografias na 'Enciclopédia do Rádio Esportivo Brasileiro'

Enciclopédia do Rádio Esportivo Brasileiro traz um time forte de 231 radialistas esportivos do país para contar os fatos que marcaram a cobertura do esporte no rádio. A obra ganhou sete importantes cronistas e locutores esportivos do Amazonas 30/08/2012 às 14:02
Show 1
Um dos escolhidos, o radialista Arnaldo Santos, atuamente é coordenador do maior campeonato de peladas do mundo, o Peladão, realizado pela Rede Calderaro de Comunicação (RCC)
Thiago Gonçalves Manaus (AM)

Histórias de emoções, o choro da derrota, os desafios e as conquistas na cobertura esportiva do rádio amazonense apresentados em uma grande obra. A Enciclopédia do Rádio Esportivo Brasileiro traz um time forte de 231 radialistas esportivos do país para contar os fatos que marcaram a cobertura do esporte no rádio e destaca os principais responsáveis da modalidade no Brasil.

A obra ganhou sete importantes cronistas e locutores esportivos do Amazonas que contaram curiosidades sobre a cobertura de jogos de futebol, além de destacarem a trajetória no rádio. Os profissionais escolhidos foram Arnaldo Santos, Eduardo Monteiro de Paula, Valdir Correia, Orlando Rebelo, Flaviano Limongi, Flávio de Souza e Jaime Barreto.

Esporte no rádio
Na década de 60, quando o esporte amazonense ainda era formado por clubes amadores - o menino que presenciou fortes emoções e o drama da família na final da Copa do Mundo de 1950, quando o Uruguai conquistou seu segundo campeonato mundial, derrotando de forma surpreendente o Brasil – entrava para o rádio realizando o grande sonho de narrar partidas de futebol.

“Ao 12 anos, vendo o choro e a alegria da minha família reunida na frente de um rádio, me perguntava que coisa é essa. Logo mais tarde acompanhei as transmissões nos campos com alto falante, e ficava louco pra narrar uma partida de futebol. Foi assim que comecei”, conta um dos radialistas entrevistados na enciclopédia, o locutor Arnaldo Santos, 74.

Arnaldo lembra que começou como repórter de campo e, quando menos esperava, veio a oportunidade para narrar uma partida entre Fast e São Raimundo, em Manaus. “Já faz 50 anos que conto histórias nas transmissões. Comecei no campeonato de amadores, quando os clubes eram amadores. Um verdadeiro delírio”.

O radialista conta que boa parte das transmissões era de partidas nos estádios do Parque Amazonense e da Colina. “Os jogos eram transmitidos no rádio via fios de telefone, havia perda de transmissão, era uma verdadeira maratona”.

Santos aproveitou para agradecer o retorno do público e disse que a inserção da sua biografia na enciclopédia é resultado de muito esforço e dedicação. “Eu aprendi que a gente tem que acreditar nos nossos sonhos. É uma alegria. Eu me sinto honrado”.

Atividades
O radialista amazonense Arnaldo Santos atualmente é coordenador do maior campeonato de peladas do mundo, o Peladão, realizado pela Rede Calderaro de Comunicação (RCC). Ele já trabalhou em importantes emissoras de rádio do Amazonas como a Rádio Ajuricaba, Rádio Baré, Rádio Difusora e Rádio Rio Mar.

Bordão
Sempre antes de anunciar uma partida de futebol, o locutor Arnaldo Santos utiliza a frase: “Alô torcida brasileira, outra vez o palco das grandes emoções”.

Obra
O livro, organizado pelas jornalistas e professoras mineiras Nair Prata (UFOP) e Maria Cláudia Santos é uma investigação coletiva do Grupo de Pesquisa Rádio e Mídia Sonora do Intercom e conta com a colaboração de 121 autores. A enciclopédia contou com a orientação da pesquisadora em rádio, no Amazonas, professora e radialista Edilene Mafra.

Lançamento
A Enciclopédia do Rádio Esportivo Brasileiro, que apresenta as biografias – com fotos – dos 231 mais importantes radialistas esportivos de todos os Estados brasileiros, incluindo o Distrito Federal, será lançada no próximo dia 5 de setembro, em Fortaleza (CE), durante a realização do 35º Congresso Brasileiro de Ciências da Comunicação (Intercom 2012).