Publicidade
Esportes
MMA

Lutador Marcelo Pontes, o 'Pão de queijo', é festejado durante o Mr. Cage 32

Marcelo foi o lutador mais festejado na edição de Réveillon do evento, que ocorreu no último sábado (30) no Jevian Festas e Eventos 03/01/2018 às 10:31 - Atualizado em 03/01/2018 às 10:32
Show mr cage
Foto: Winnetou Almeida
Jéssica Santos Manaus (AM)

Marcelo Pontes, 19, mais conhecido no mundo da luta como “o Pão de queijo”, foi o lutador mais festejado pela torcida no Mr. Cage 32, realizado no último sábado (30), no Jevian Festas e Eventos. A galera gritava seu nome durante o confronto do lutador com Patrick Pitbull, e, também, depois da sua vitória. Marcelo terminou 2017 em grande estilo, e começou o ano novo muito feliz, não apenas pelo seu triunfo, mas, também, pelo seu pai, Márcio Pontes, que se aposentou dos eventos de MMA, também com vitória no Mr.Cage.

“Foi maravilhoso. Encerrei o ano com duas vitórias, e fiquei mais feliz por ter lutado junto com o meu pai no mesmo card, e por sairmos vitoriosos. Foi só alegria”, resume Marcelo.

O lutador teve todo o apoio da torcida, que gritava “é pão de queijo, é pão de queijo!”, e conta como é ser o querido da sua academia. “A torcida, graças a Deus, sempre está comigo me apoiando, pois sempre fui nascido e criado no meio da luta, e todos ali me conhecem e têm um bom vínculo de amizade comigo. Por um lado, acho maravilhoso todos estarem torcendo por mim e, por outro lado, fico nervoso, pois você ta ali lutando e vendo que todos estão torcendo, então é uma obrigação, uma pressão muita grande para ganhar”, disse Marcelo.

Nas artes marciais mistas, Marcelo conta como começou a ser conhecido como ‘O Pão de queijo’. “Ganhei esse apelido numa competição de jiu-jítsu em que eu saí ganhando de todos, e perguntaram qual foi essa vitamina que eu tomei, e respondi ‘pão de queijo’ (risos)”.

Futuro

Como disse Marcelo, não é à toa que ele tem o apoio da torcida. sendo filho do renomado treinador, Márcio Pontes, e tendo sido criado dentro de um tatame, o mundo de Marcelo é nas lutas mesmo, e é o que ele quer para o seu futuro. “O MMA é o meu plano A, pois almejo chegar nos melhores eventos do mundo, UFC, Bellator, entre outros. Mas também deixo um plano B reservado. Faço faculdade de Direito, e penso assim, um dos dois vai ter que dar certo (risos). Coloco os dois planos em prática”, disse ele, que pretende lutar não somente o Mr. Cage neste novo ano, mas, também, o Shooto.

Tudo que rolou dentro do cage

O Mr. Cage 32 MMA Championship - Edição de Réveillon, realizado no último sábado (30), no Jevian Festas e Eventos, trouxe uma maratona de boas lutas. Foram 11 combates, com três disputas por cinturão e com desafios entre atletas do Amazonas e do Pará.

Nas lutas preliminares, José ‘Besouro’ Siqueira e Jackson Velasco venceram por nocaute; Thiago Silva venceu por desistência do adversário, depois do primeiro round. Williams “Preguição” venceu por finalização, e os lutadores Marcelino Cavalcante e Marcelo “Pão de queijo” Pontes, foram os campeões da noite por decisão unânimes dos árbitros.

Abrindo o card principal, aconteceu a defesa do cinturão Peso Mosca, por Estefani Almeida (Carioca Academy-AM), que venceu por nocaute Deize “Gorila” Araújo (Salles Mma - PA).

Foi assim também na segunda luta, entre a paraense Rayla Nascimento (JMT Manaus Fight) e a amazonense Mayana Kellen (Academia Top Life/Carioca Team). Após cinco rounds, Mayana venceu por Decisão unânime, assim como os lutadores Tubarão, Júnior Negão e Márcio Pontes, que se despediu das lutas de MMA, mas continuará lutando jiu-jítsu.