Publicidade
Esportes
Craque

Lutadores buscam vagas para o Mundial de Jiu-Jítsu, em Manaus

400 lutadores estão confirmados na Seletiva para o World Professional Jiu-Jitsu Championship 2013, que ocorre neste final de semana na Arena Amadeu Teixeira 21/02/2013 às 15:16
Show 1
Atletas estão preparados para as disputas
Aline Cabral Manaus (AM)

Manaus será o centro das atenções neste final de semana, na Arena Amadeu Teixeira, a partir das 8h, sábado (23) e domingo (24). São 400 lutadores confirmados na Seletiva para o World Professional Jiu-Jitsu Championship 2013, em Abu Dhabi, com mais de 200 amazonenses. O restante são oriundos de mais sete estados do Brasil. Todos eles disputam apenas 16 vagas para o Mundial de Jiu-Jítsu nos Emirados Árabes Unidos.

Da lista de possíveis vencedores destacam-se cinco nomes para competir nos Emirados Árabes. Rudson Mateus (até 85Kg), Robert Pato (até 92kg); Gregory Rodrigues (até 95kg), Jaqueline Amorim (Peso Leve) e também a atleta Jéssica Oliveira (meio pesado). Nesta sexta, a Arena recebe todos os atletas inscritos para a pesagem, das 14h às 20h.

Objetivo gigante

O sonho da maioria dos atletas de jiu-jítsu é participar de um torneiro internacional renomado como o World Professional Jiu-Jitsu Championship. As 16 vagas em jogo dão direito a todas as despesas pagas. É o chamado “free Pass”.

O World Professional oferece apenas 16 vagas para o “Free Pass”, que disponibiliza ao atleta passagem de ida e volta, visto, estada e alimentação em Abu Dhabi.

No evento que acontece em abril, o destaque é a premiação para o campeão Absuluto, faixa-preta, que levará o cheque de 30 mil dólares. A campeã do aberto faixa preta também se dá bem: são 10 mil dólares de premiação. O patrocínio é do Sheik Mohamed Bin Zayed Al Nahyan (príncipe herdeiro de Abu Dhabi) e em Manaus a seletiva é organizada pela Prefeitura, por meio da Semdej.

“Todos vão fazer parte da Seleção sul-americana que representará o continente”, explica o organizador, em Manaus, Jean Carlo Azevedo.

Treino especial de bicicleta

Um dos atletas da Gracie Barra Amazonas treina pesado para participar dessa seletiva. Gregory Rodrigues, de apenas 21 anos, é faixa marrom de jiu-jítsu, e, além dos treinos normais e alimentação balanceada ele fortalece os músculos indo de bike à sede da Gracie Barra, na rua das Constelações de Gêmeos, 220, Aleixo.


O trajeto dura em média 40 minutos ao ir e voltar de bicicleta. Segundo ele, esse é o seu diferencial para vencer as suas lutas.

“Acho importante para nós atletas chegarmos aquecidos aos treinos, pois ajuda no desempenho do joelho na hora da luta. Estamos muito mais preparados fisicamente andando de bicicleta, ou correndo, do que só vindo treinar”, disse.

Apesar da pouca idade, Gregory é um dos atletas conhecidos e hoje atua na categoria pesado com até 92kg. “O meu ponto forte é lutar por cima, uma coisa trazida dos tempos em que pratiquei judô. Isso faz um diferencial para que eu dê o golpe certo e vença a seletiva ou qualquer competição”.

Títulos

O atleta amazonense soma no currículo os títulos de campeão da Confederação Brasileira de Jiu-jítsu Esportivo (CBJJE), na categoria absoluta, além de ser oito vezes campeão brasileiro da Confederação Brasileira de Jiu-jítsu (CBJJ). Ele foi campeão sul americano de jiu jitsu, em junho de 2012. Agora, Gregory pretende ir a Abu Dhabi onde considera que terá um desafio maior.