Publicidade
Esportes
Craque

Madeira ilegal é apreendida e nove pessoas presas em Iranduba (AM)

Envolvidos no corte ilegal da madeira prestaram depoimentos no 27 º Distrito Policial de Iranduba. Seis pessoas foram presas em flagrante. Três adolescentes foram ouvidos e liberados. 13/01/2012 às 18:52
Show 1
Madeira apreendida seria transportada e distribuída em Manaus
Evelyn Souza e Thiago Gonçalves Manaus

Uma equipe de policias do Batalhão da Polícia Ambiental do Amazonas prendeu na tarde dessa quinta-feira (13) nove pessoas envolvidas em um esquema ilegal de extração de madeira, no km 24 da estrada Manoel Urbano, no ramal da Cachoeira, município de Iranduba (a 22 quilômetros de Manaus).

De acordo com informações do cabo PM Carlos Lago, a apreensão de 20 metros cúbicos de madeira (em toras) de árvores nativas da região e duas motosserras foi feita após denúncias de que uma equipe de trabalhadores rurais estaria fazendo o corte dos troncos que seriam transformados em lenha.

Entre as nove pessoas envolvidas estavam três adolescentes que foram ouvidos e liberados.  Já o proprietário do caminhão que faria o transporte da madeira apreendida e seis comparsas foram autuados em flagrante de acordo com os artigos 45, 49 e 51 da lei 9605/98, que trata de crimes ambientais.

O cabo ressaltou que as informações de denúncias são importantes para auxiliar o trabalho da Polícia Ambiental. “As denúncias que são passadas para o Batalhão são de inteira importância para se chegar aos responsáveis por crimes ambientais”, disse.

As denúncias podem ser feitas através da linha direta do Batalhão Ambiental no telefone (92) 3214-8904. A identidade do denunciante é mantida em sigilo.