Publicidade
Esportes
Craque

Mais de 130 mil se inscreveram no Programa de Voluntários da FIFA. 4 mil no Amazonas

Representantes de 147 países manifestaram interesse em atuar na Copa das Confederações e no Mundial de 2014  24/09/2012 às 20:00
Show 1
Estudante trabalha como voluntária no programa da FIFA
Acritica.com Manaus (AM)

A FIFA divulgou, nesta segunda-feira (24.09), os números finais do processo de cadastramento de interessados em participar como voluntários da Copa do Mundo da FIFA 2014, da Copa das Confederações da FIFA 2013 e dos sorteios das chaves dessas duas competições. O total de candidatos chegou a 130.919.

O objetivo inicial foi alcançado após apenas oito dias de inscrições, quando o Comitê Organizador Local (COL) contabilizou 90 mil inscritos no Programa de Voluntários. As inscrições, no entanto, permaneceram abertas por um mês, permitindo que mais interessados, de diferentes perfis, tivessem a oportunidade de se candidatar.

As 130.919 inscrições representam um recorde significativo. Na Copa do Mundo da FIFA Alemanha 2006 foram 48 mil inscritos; na África do Sul 2010, 70 mil. Do total de interessados, 97% querem trabalhar na Copa do Mundo da FIFA e 76% na Copa das Confederações da FIFA.

“Estávamos confiantes em relação ao sucesso do programa pelo altruísmo e pela paixão por futebol que caracterizam o povo brasileiro, mas nem a nossa previsão mais otimista apontava mais de 130 mil interessados. Entendemos essa mobilização como mais uma prova de que, de tão grande, não podemos medir a expectativa e a empolgação das pessoas em relação à Copa do Mundo da FIFA no Brasil”, afirma o diretor-executivo de operações e competições do COL, Ricardo Trade.

Além de brasileiros dos 26 estados e do DF, há 7.450 candidatos de outros países. Países de língua espanhola lideram o ranking dos quatro primeiros: Colômbia (908), Argentina (509), Espanha (504) e México (500).

“Além do intercâmbio cultural que caracteriza o voluntariado em grandes eventos esportivos, a participação de estrangeiros garante a oferta de voluntários para áreas que necessitam de pessoas que falem outros idiomas, como as de competições e atendimento à imprensa”, explica o gerente de voluntários do COL, Rodrigo Hermida.

A previsão é de que 7 mil voluntários trabalhem para o sucesso da Copa das Confederações da FIFA e 15 mil no caso da Copa do Mundo da FIFA. O COL entrará em contato com os candidatos que se inscreveram para trabalhar na Copa das Confederações da FIFA a partir de novembro, estando prevista para dezembro a próxima etapa do processo de seleção. No caso da Copa do Mundo da FIFA, o cronograma se repete, um ano depois.

O trabalho voluntário não é remunerado, mas o COL e a FIFA oferecem aos selecionados uniformes, auxílio para deslocamento até o local das atividades (dentro da cidade-sede) e alimentação durante o período de trabalho. Os candidatos devem preencher alguns requisitos, como ter no mínimo 18 anos e disponibilidade de atuar pelo menos 20 dias corridos na época dos eventos. Cada turno de trabalho dura até 10 horas. Durante o processo de seleção serão verificadas as habilidades, perfil e conhecimentos de cada inscrito.

As dez Unidades da Federação com maior número de inscritos:

SP: 33.208

RJ: 18.763

MG: 13.247

DF: 8.496

BA: 8.228

RS: 7.069

CE: 5.903

PE: 5.543

PR: 4.935

AM: 4.299

Os dez países com o maior número de inscritos:

Colômbia: 908

Argentina: 509

Espanha: 504

México: 500

Estados Unidos: 482

Polônia: 458

Peru: 331

China: 282

Alemanha: 247

Ucrânia: 165

Distribuição por faixa etária:

16 a 25 anos: 67.449

26 a 40 anos: 44.871

41 a 64 anos: 17.812

Mais de 65 anos: 787

Distribuição por gênero:

Mulheres: 62.879

Homens: 68.040