Publicidade
Esportes
Craque

‘Manaus é minha 2ª casa’, diz Reyson Gracie

Mestre graduado na faixa vermelha de Jiu-Jitsu está na cidade para ministrar workshops e para celebrar os nove anos da  Manfight 13/09/2012 às 09:40
Show 1
Foi Reyson quem fundou a Federação Amazonense de Jiu-Jitsu
Paulo ricardo oliveira Manaus (AM)

Reyson Gracie é uma prova viva de longevidade da família que ficou conhecida por difundir o jiu-jitsu nos quatro cantos do mundo e levar a cabo uma dieta própria, baseada no que se chama de “combinação química dos alimentos”.

Aos 70 anos e 61 quilos distribuídos em 1,71 de altura, o simpático senhor de espírito jovial  volta a Manaus para prestigiar o aniversário da academia de um de seus discípulos locais e também cumprir agenda de workshops sobre a arte suave e a chamada Dieta Gracie, cujos segredos foram revelados em um livro recentemente lançado pelo primo Rorion Gracie, no Rio de Janeiro e em São Paulo.

“Manaus é minha segunda casa. tenho uma filha de nasceu aqui (Kendra, hoje com 35 anos) e fundei a federação de jiu-jitsu do Amazonas, ou seja, meus laços com a cidade são fortes”.

Mas o jiu-jitsu que o mestre faixa-vermelha defende é aquele, segundo ele, de objetivo pedagógico, que ajuda na formação do caráter de crianças e jovens por meio da prática no tatame. É o chamado jiu-jitsu de essência, mais direcionado à filosofia da arte e à eficiência das técnicas aplicadas pelo mais fraco sobre o mais forte.

“É a arte mais voltada para a formação do indivíduo, com proposta didática inclusive para fazer parte da grade curricular das escolas, ou seja educação física”. (A íntegra deste conteúdo está disponível para assinantes digitais ou na versão impressa).