Publicidade
Esportes
Craque

'Manaus está pronta para realizar as Olimpíadas', diz o diretor do Comitê Olímpico, em Manaus

O General Marco Aurélio Costa Vieira, esteve na capital Amazonense na manhã dessa sexta-feira (17) para conversar sobre os planos de governança que serão executados durante os Jogos Olímpicos em 2016 17/04/2015 às 16:09
Show 1
A reunião contou com representantes da Prefeitura e do Governo do Estado que apresentaram planos para a cidade de Manaus durante as Olimpíadas
Camila Leonel Manaus (AM)

Em sua primeira visita oficial a Manaus, o general Marco Aurélio Costa Vieira -  diretor executivo de Operações do Comitê Organizador dos Jogos Olímpicos e Paralímpicos Rio 2016, disse que a “capital amazonense está preparada para receber as partidas de futebol que serão realizadas pelos Jogos Olímpicos em 2016”. A reunião que foi realizada no Centro de Convenções Vasco Vasques, Zona Centro Oeste, e tinha como pauta a apresentação dos planos de operações da Prefeitura de Manaus e do Governo do Estado na competição.

Apesar de Manaus estar a 2.852 quilômetros do Rio de Janeiro, sede dos Jogos Olímpicos, o objetivo do comitê é que os atletas que desembarcarem em solo baré sintam o mesmo clima olímpico que sentiriam na capital fluminense.

“Nós estamos montando a nossa governança em Manaus, do governo do Estado e do Município que vai trabalhar juntamente com a organização  do comitê olímpico. Essas duas organizações vão marchar a partir de agora em paralelo – trabalhos acontecendo no Rio, trabalhos acontecendo aqui – e Manaus vai replicar os modelos olímpicos. Então todos os standares exigidos no Rio de Janeiro: o campo de jogo, as acomodações, o transporte a gente vai aliar de forma que a gente tenha uma olimpíada única e que o atleta se sinta nas olimpíadas aqui em Manaus. Manaus tem que ter um clima de olimpíada, ele tem que se sentir numa via olímpica e numa instalação olímpica igualzinha a uma instalação olímpica no Rio de Janeiro”, explicou o general.

O General Marco Aurélio também salientou que o principal objetivo do comitê organizador é fazer uma olimpíada bonita e inserir Manaus no contexto internacional dos grandes esportes, dos grandes eventos.

Mas segundo o diretor-presidente da Fundação Vila Olímpica, Aly Almeida, Manaus não ficará restrita apenas ao futebol. O objetivo é que Manaus possa ser a capital de treinamento da delegação dos países que irão participar dos jogos e para isso a Vila Olímpica já está passando por adequações para receber esses atletas.

“Nós estamos aqui, nessa reunião, com o cônsul da Holanda onde nós estamos fazendo as tratativas sobre a vinda de outras equipes de esporte para Manaus para treinamento. Agora dia nove, nós estaremos inaugurando a pista de atletismo. A pista daqui é a mesma que vai ser do Rio de Janeiro, na Olimpíada. Estamos reformulando o nosso parque aquático, o ginásio, as áreas de luta e o cônsul da Holanda está aqui exatamente para a gente dar o clima olímpico para o general. Não só o futebol, mas de treinamento para as outras modalidades olímpicas também”, disse.

No campo da mobilidade urbana, Bernardo Monteiro de Paula, diretor-presidente da Fundação Municipal de Cultura, Turismo e Eventos (Manauscult), afirmou que o plano de mobilidade que foi executado durant e a Copa do Mundo será revisto e readequado de acordo com as necessidades logísticas que os jogos olímpicos irão demandar.

“A mobilidade que foi feita pra a Copa do Mundo será revista. São outras zonas. A gente terá uma vila olímpica, onde estarão hospedados os atletas, no Tropical, e faremos algumas alterações nas mangueiras operacionais, que são justamente essas linhas d ônibus que levam para cidade então tudo isso está sendo revisto por técnicos responsáveis pelas olimpíadas e até o final do ano nós teremos toda essa logística da Copa do Mundo já implementada”, explicou.

Bernardo Monteiro de Paula disse que esse plano que dará a Manaus o clima olímpico será implantada a partir de março de 2016. Além disso, a prefeitura irá realizar o Live, um evento similar ao Fifa Fan Fest, que ocorreu durante a Copa do Mundo na Ponta Negra, Zona Oeste. “Isso é muito bom que fomenta o turismo para que cada vez mais pessoas venham conhecer a nossa cidade”.