Publicidade
Esportes
Futebol

Manaus FC goleia o Fast por 4 a 0 e se torna o primeiro bicampeão da Arena

Coincidentemente, o Manaus FC também se tornou duas vezes campeão do Campeonato Amazonense (2017 e 2018). Vitória garantiu vaga do time na Copa Verde de 2019 07/04/2018 às 18:50
Show manas
Foto: Antônio Lima
acritica.com Manaus (AM)

A Arena da Amazônia conheceu o seu primeiro bicampeão na tarde deste sábado (7). Coincidentemente, o Manaus FC também se tornou duas vezes campeão do Campeonato Amazonense (2017 e 2018). A conquista veio com a vitória sobre o Fast por 4 a 0: gols de Hamilton, Derlan, duas vezes e Romarinho. Com o título, o Gavião garante a vaga na Copa Verde do ano que vem.

Com marcações fortes dos dois lados, as equipes demoraram a levar perigo para o adversário. O Fast buscava o gol principalmente pela direita, mas a zaga do Manaus dificultava a passagem, assim as principais jogadas do Tricolor de Aço foram de bola parada, mas nada que causasse grandes preocupações para Jonathan. A melhor bola do Fast foi um chute de fora da área dado por Jamesson aos 10 minutos, mas a bola foi por cima do gol.

Já o Manaus continuava com a sua tradicional jogada de bola cruzada na área. Aos 12, Rossini cruzou após ganhar de cabeça na intermédia, a bola ficou com Cleitinho, mas o chute saiu fraco. Fácil para Labilá. Depois foi a vez de Cleitinho cruzar para Hamilton. O camisa 25 domínio, girou e chutou, mas a bola subiu muito e foi para fora.

Com o passar do tempo, o jogo começou a ficar tenso e cheio de faltas, assim passou a ter muitas paralisações e quando parecia que o jogo terminaria empatado no primeiro tempo, Rossini cruzou na área, Derlan cabeceou e a bola ficou para Hamilton empurrar para o gol. Manaus 1 a 0 aos 46 minutos.

Na segunda etapa, o Gavião veio disposto a matar o jogo. Nena cabeceou, mas Labilá defendeu. Paulo Morgado tentou dar velocidade ao time. Vitinho entrou no lugar de Navarro aos 10 minutos e três minutos depois Marajó entrou no lugar do Santa Maria, mas nem deu tempo de as alterações entrarem em ação porque aos 15, o Manaus aumentou o placar com Derlan, que cabeceou  para o fundo do gol a falta cobrada por Negueba. O Manaus ainda teve chance de ampliar com Nena, após partir em velocidade e Panda, que tentou fazer por cobertura, mas Labilá fez duas belas defesas. Aos 40 quem quase marca foi Júnior Canhoto após jogada pela esquerda, mas ao tentar cruzar a bola foi interceptada pela zaga do Manaus.

O Fast ensaiou uma pressão no fim para tentar pôr fogo na partida, nas nada passou pela zaga do Manaus, aliás, deu espaço para o Gavião fazer o terceiro  com Romarinho aos 44 minutos em jogada de contra ataque. O camisa 11 saiu na cara do gol e guardou. Três minutos depois, Derlan deixou o seu segundo gol no jogo, novamente em jogada de velocidade do Manaus. Era o quarto gol do Manaus.

Publicidade
Publicidade