Publicidade
Esportes
Craque

'Manutenção' foi o maior reforço do Timão para 2012

Corinthians mantém os principais jogadores da temporada passada e sai na frente dos rivais em busca da Libertadores 09/01/2012 às 09:14
Show 1
Alex, Emerson e Adriano: Corinthians manteve seus principais nomes para 2012
Lance ---

O maior reforço do Corinthians para a temporada 2012 foi manter os principais nomes do elenco pentacampeão brasileiro. Com isso, o clube dá condição para técnico Tite começar o ano com a base titular, facilitando o planejamento para a Libertadores.

No passado, por exemplo, a diretoria foi criticada por deixar lacunas na equipe pouco tempo antes da competição sul-americana. Em agosto de 2009, com Mano Menezes no comando, vendeu André Santos, Cristian e Douglas, e não teve sucesso na Libertadores do ano seguinte.

No fim de 2010, já com Tite, negociou Elias e viu o ex-capitão William penduras as chuteiras. Com Ronaldo em más condições físicas, fracassou na tentativa de contratar Adriano e Luis Fabiano, e os alvinegros caíram para o modesto Tolima (COL), ainda na primeira fase da competição. Liedson chegaria alguns dias depois.

Em ambos os casos, os treinadores tiveram dificuldade de repensar em esquema tático e escalação nos primeiros meses do ano.

Desta vez, o Timão resistiu ao assédio a jogadores como os volantes Paulinho e Ralf, que ganharam mais destaque com a convocação para a Seleção, o zagueiro Leandro Castán, revelação no Brasileiro, e os atacantes Emerson Sheik e Adriano, que receberam propostas milionárias do mundo árabe.

– A situação é bem diferente da que tivemos em 2011. Temos toda a base pronta e um tempo maior para a preparação para a Libertadores. Não perdemos ninguém para ter de reestruturar, então é só readquirir ritmo da equipe – afirmou o técnico Tite.

O atual planejamento também facilitou o trabalho do presidente Roberto de Andrade, do diretor Duílio Monteiro Alves e do gerente Edu Gaspar. Não houve desespero por grandes reforços. Até agora, chegaram sete nomes para compor elenco: Cássio, Felipe, Vitor Júnior, Gilsinho, Elton, Willian Arão e o chinês Chen Zhi-Zhao.

– É no planejamento adiantado que apostamos. A esperança é que esses que estão chegando se adaptem bem. Vamos manter o time de 2011, ninguém vai sair, pelo menos até o meio do ano não tem oferta. É um passo à frente se compararmos o ano passado, que alguns reforços só chegaram depois que saímos da Libertadores – disse o presidente Roberto de Andrade.

O trio de cartolas acredita que a equipe já está pronta para brigar pelo inédito título da Libertadores. Apesar disso, ainda sonha com nomes que consideram a cereja do bolo: o meia Walter Montillo, do Cruzeiro, e o volante Cristian, ídolo da Fiel que defende o Fenerbahçe (TUR).

CLUBES RIVAIS SOFRERAM COM PERDAS
Ao contrário do Corinthians, os rivais paulistas não evitaram a saída de jogadores titulares. O São Paulo viu o atacante Dagoberto, principal destaque do time no ano, sair para o Inter.O Santos também vendeu o lateral-direito Danilo para o Porto (POR), enquanto o Palmeiras começa 2012 sem o lateral-esquerdo Gabriel Silva, vendido para a Udinese (ITA), e o atacante Kleber, negociado com o Grêmio.

Os cariocas também não evitaram perdas importantes: O Fluminense negociou o lateral-direito Mariano, o Botafogo perdeu o lateral-esquerdo Cortês e o meia Everton, o Vasco “deixou” o atacante Elton sair para o Timão. Já o Flamengo ainda briga para manter o meia Thiago Neves, que pertence ao Al-Hilal (SAU).

No Sul, Andrezinho e Sorondo deixaram o Inter. Douglas não deve seguir no Grêmio. Em Minas, Fabricio deixou o Cruzeiro e Magno Alves, o Atlético-MG.

OS ÚLTIMOS CAMPEÕES

Fluminense
Dono do título em 2010, o Tricolor carioca perdeu um único jogador titular na passagem do ano. Foi o atacante Washington, que aos 35 anos resolveu se aposentar. Ainda no mês de março, porém, o técnico Muricy Ramalho se demitiu após atrito com a diretoria. Em abril de 2011, Sheik também deixou o Fluzão.

Flamengo
Campeão em 2009 com Adriano, o Mengo teve três perdas importantes após levar o título nacional. Além do meia Zé Roberto, que voltou de empréstimo ao Schalke 04, o clube negociou Airton com o Benfica (POR) e Everton com o Tigres (MEX). Sem eles, o clube demitiria em abril de 2010 o técnico Andrade.

São Paulo
Entre 2006 e 2008, o São Paulo foi tricampeão brasileiro. Porém, apenas na última temporada conseguiu virar o ano sem perdas. Após o primeiro título, Fabão, Mineiro e Danilo deixaram o clube. No ano seguinte, foram Breno e Souza que saíram. Em 2008, manteve os titulares.