Publicidade
Esportes
MARATONA AQUÁTICA

Maratona Aquática Rio Negro Challenge 2017 vai reunir atletas do Brasil e exterior

No dia 30 de abril, os atletas caem nas caudalosas águas do rio Negro e vão disputar o pódio, braçada a braçada na Ponta Negra, em Manaus 30/03/2017 às 16:57
Show unnamed
Foto: Divulgação
acritica.com

A Maratona Aquática Rio Negro Challenge 2017 já tem data para acontecer. No dia 30 de abril, os atletas caem nas caudalosas águas do Rio Negro e vão disputar o pódio, braçada a braçada na Ponta Negra, zona Centro-Oeste, a partir das 7h. Nesta edição, estão confirmados atletas de outros países e as inscrições estão abertas. O evento conta com o apoio do Governo do Amazonas, via Secretaria de Estado de Juventude, Esporte e Lazer (Sejel).

A competição será dividida em duas provas, com percursos de 1,5Km e 3Km e 14 categorias, nos naipes masculino e feminino. Além disso, paralelo ao evento, ainda será realizado o Circuito Curumim, com percurso de 500 metros, composto por três categorias, sendo a Mirim de 08 a 09 anos, Mirim I de 10 a 11 e a Petiz de 12 a 13 anos.

“Essa competição tem recrutado muitos adeptos, em 2013 foram cem inscritos, no ano passado esse número aumentou e agora esperamos de 220 a 300 atletas para a Maratona. Graças a Deus, podemos dizer que este evento já se tornou tradicional”, disse o organizador Pierre Gadelha, que completou informando que já inscreveram para a disputa maratonistas de São Paulo, Rio Grande do Sul, Rio de Janeiro, Maranhão, Brasília, Roraima, Pará, Amazonas, Colômbia e França.

Aqueles que desejarem se inscrever nas disputas, a matrícula custa R$ 70 para o Circuito Curumim e R$ 100 para a Maratona Aquática, podendo ser feita através do www.rionegrochallenge.com.br.

Mirando o pódio

Um dos que vai encarar a Maratona Aquática é Thiago Nicolau, 32, considerado um dos fortes candidatos a subir no pódio pela Maratona Aquática. O atleta foi da seleção brasileira de natação em 2005, ficou parado por oito anos e o retorno nas ‘águas’ se deu através das maratonas.

“Na primeira maratona, a minha inexperiência me atrapalhou bastante em relação a navegação, na segunda eu já tinha noção e foi mais fácil. Apesar de ser atleta de piscina e velocista, costumo nadar no máximo cem metros, mas gosto de participar desses eventos pelo desafio”, comentou Nicolau, ao confessar que ainda está indeciso quanto à categoria.

“Ainda não decidi em que categoria irei competir desta vez, se a de 1,5 ou de 3 quilômetros, mas independente da que eu escolher, tenho boas expectativas de vencer e ficar entre os três melhores”, disse Thiago, que ao disputar pela primeira vez a Maratona Rio Negro Challenge ficou em terceiro lugar e na segunda vez foi campeão na categoria 1,5Km.

Premiação

Os cinco primeiros colocados da Maratona serão premiados com troféus. As categorias por idade também terá premiação dos três primeiros colocados, no masculino, feminino e no Circuito Curumim. A segunda etapa do Rio Negro Challenge Amazônia está prevista para acontecer em dezembro.