Publicidade
Esportes
Craque

Maratona do brasileirão está de volta a partir desta terça-feira

A maratona esteve fora do ar por conta dos jogos olímpicos,mas para a alegria dos torcedores volta à ativa 21/08/2012 às 11:24
Show 1
Maratona do brasileirão
Adan Garantizado ---

O primeiro turno da maratona do Brasileirão foi tão rápido que até os atletas campeões olímpicos teriam passado “sufoco” se resolvessem seguir as passadas dos 20 mascotes dos clubes da Série A tupiniquim. Apesar de não ser um animal conhecido pela velocidade, o Galo do Atlético-MG resolveu “incorporar” o jamaicano Usain Bolt e disparou neste primeiro turno. Em 17 partidas, os mineiros venceram 13 jogos, empataram 3 e perderam apenas uma vez, o que lhes rendeu o invejável “índice olímpico” de 82,4% de aproveitamento. No domingo, o Botafogo de Seedorf até conseguiu acompanhar o ritmo do Galo na pista do Independência, mas, nos metros finais, Neto Berola acelerou e só foi parar no fundo das redes de Jeferson, fazendo o 3 a 2 que garantiu a medalha de ouro do primeiro turno por antecipação aos mineiros. Mesmo assim, ainda há quem desconfie que o Atlético-MG não passe de um bom e velho “cavalo paraguaio” e que R49 ainda vai dar uma de “padre irlandês louco” e atrapalhar o percurso do Galo na maratona.

O Fluminense está “no cangote” do Atlético-MG há um bom tempo, esperando que o Galo dê uma ciscada fora do lugar e entregue a ponta da tabela de mãos beijadas. No fim de semana, os cariocas sofreram para bater o cambaleante Leão do Sport por 1 a 0. Os comandados de Abel Braga agora reúnem fôlego para tentar abrir distância do Vasco, terceiro colocado, no duelo do próximo sábado. O cruzmaltino de São Januário não aguentou o pique renovado do arquirival Flamengo e foi derrotado por um a zero no Engenhão, ficando estacionado nos 35 pontos. Já o Rubro-Negro provou que finalmente achou o rumo certo da pista, após errar de ambiente e quase morrer afogado na piscina do “Centro Olímpico” do Brasileirão nas primeiras rodadas do campeonato. O Urubu ocupa a 9ª posição. Mas, como a tranquilidade não pode reinar no Fla por muito tempo, a equipe deve ganhar ainda hoje o “reforço” de Adriano imperador (naquelas formas de levantador de peso). O risco de a maratona virar prova de “tiro esportivo” para os flamenguistas é alto.

Separados por três pontos, Grêmio e Internacional mostram uma “inconstância nas passadas”. No Gre-Nal do próximo domingo, porém, o bicho vai pegar entre os Gaúchos, que ocupam respectivamente 4ª e 5ª colocação da maratona. Falando em bipolaridade, o São Paulo descontou o vexame sofrido para o Náutico na rodada anterior na Ponte Preta. Com o 3 a 0 sobre a Macaca, a equipe do Morumbi chegou à sexta posição.

No jogo mais polêmico da rodada, o Santos, reforçado por seu “pelotão de elite”, bateu o Corinthians por 3 a 2, sob muitos protestos após a prova. A chiadeira de um “revezamento de impedimento” no segundo gol santista foi grande na equipe do Parque São Jorge. O time de Neymar, André e Ganso começa a se afastar da zona de rebaixamento. Já o Timão deve permanecer ali no pelotão intermediário, apenas aquecendo as sapatilhas para o mundial de clubes em dezembro. Entre os atletas paulistas, o único que vem fazendo um papelão e não sai do meio da batalhão dos retardatários é o Palmeiras. O Porco vem sendo acompanhado de perto por aquela turma que vai para a corrida fantasiada, com cartazes e faixas de ‘filma eu’ e só quer aparecer na TV. No último domingo, o Verdão conseguiu perder para o quase inofensivo Atlético-GO. Parece que o vislumbre pelo título da Copa do Brasil ficou impregnado no Palestra Itália...